Advogado passa a perna em Lucília, que fica na pior e caminha para o seu trágico fim


Lucília em Amor Perfeito. (Foto: reprodução)
Lucília em Amor Perfeito. (Foto: reprodução)

Lucília sofre derrocada em Amor Perfeito

Em Amor Perfeito, Lucília (Kênia Bárbara) enfrentará uma sequência de acontecimentos que abalarão profundamente sua vida. Ela sofrerá uma queda brusca ao descobrir um erro crucial em seu plano, especialmente relacionado ao advogado em quem depositou sua confiança.

Após passar por diversas dificuldades para obter cartas e arquivos secretos, Lucília acaba entregando tudo nas mãos de um profissional desonesto, resultando na perda de todos os seus esforços para reivindicar sua parte na herança deixada por Leonel (Paulo Gorgulho).

Mas essa será apenas a primeira etapa da queda dessa vilã. Lucília será alvejada por Gilda (Mariana Ximenes). Ao descobrir que sua cúmplice está ciente de que foi ela quem assassinou Leonel, Gilda decide eliminá-la como uma forma de “queima de arquivo”.

Apesar das adversidades, Lucília perseverará na busca por seus sonhos até o último momento e confronta Orlando (Diogo Almeida) para retomar a discussão sobre a herança. Explicará que contratou um advogado e está prestes a conquistar a fortuna que lhe é de direito.

(Foto: reprodução)
(Foto: reprodução)

Vilã é enganada por advogado

Entretanto, o médico manifestará desconfiança: “Você realmente confia nesse advogado? Parece-me que você está construindo ilusões, Lucília. Como sempre, aliás”. Essas palavras despertarão a fúria da fotógrafa: “Orlando, Orlando… Se você pensa que pode se livrar de seu passado para não perder Marê, pode esquecer!”.

Decidida, Lucília se dirigirá imediatamente ao escritório do advogado, porém, ao chegar lá, será surpreendida por uma multidão aglomerada em frente à porta. Ela questionará o porteiro sobre o que está havendo, e o homem lhe dará uma resposta direta: “Foi o advogado, moça, o doutor Péricles Lourenço! Desapareceu! Fechou o escritório e não deixou nenhum endereço!”, indagará ele.

Sem hesitar, Lucília revelará seu nome, e o porteiro lhe entregará um bilhete que estava entre uma pilha de papéis. “Estou devolvendo as cartas do seu tio para a amante dele, dona Maria Eugênia. Lamento informar que o caso já prescreveu e, portanto, não há possibilidade de a senhorita reaver a herança de seu tio. Agradeço o pagamento pelos serviços prestados”, dirá a mensagem deixada pelo advogado, fazendo Lucília entrar em um colapso nervoso: “Maldito!”.