Ainda em vida, Jô Soares negou pedido de parceiro e deixou ele implorando: “Não deu tempo”


Ainda em vida, Jô Soares negou pedido de parceiro e deixou ele implorando (Foto: Reprodução)
Ainda em vida, Jô Soares negou pedido de parceiro e deixou ele implorando (Foto: Reprodução)

A morte de Jô Soares pegou todos de surpresa, inclusive um de seus parceiros que teve um pedido não atendido pelo apresentador

Jô Soares foi um multifacetado artista brasileiro que morreu aos 84 anos em 5 de agosto de 2022, em São Paulo. Jô estava internado desde 28 de julho. Nascido no Rio de Janeiro, José Eugênio Soares em 16 de janeiro de 1938, foi humorista, entrevistador, escritor, ator, dramturgo, colunista, autor, diretor teatral, artista plástico, músico e pintor.

Filho do empresário Orlando Soares e da dona de casa Mercedes Leal, Jô se mudou para Europa aos 16 anos com a finalidade de estudar para tornar-se um diplomata. Mas os ventos o levaram para outro destino, e lá, ele notou que seu senso de humor, criatividade e carisma eram o que cercavam sua vida.

Apresentador Jô Soares (Foto: Reprodução)

Contudo, na vida pessoal, perdeu seu único filho, Rafael, em 2014, fruto do casamento com Teresa Austregésilo. Jô foi namorado de Claudia Raia, Flávia Pedra e Silvia Bandeira.

Além disso, Jô Soares mantinha também uma relação bastante próxima com Derico Sciotti, o saxofonista que esteve com ele desde de Jô Soares Onze e Meia, em 1988.

Derico Sciotti (Foto: Reprodução)

O pedido

Durante entrevista ao Bom Dia Brasil, da Globo, Derico Sciotti, saxofonista que trabalhou com Jô Soares na TV, se emocionou ao falar sobre a morte do apresentador: “É triste ter que acordar assim. Era 6h da manhã, meu celular começou a bater. A gente pensa no pior. Comecei a ver um monte de mensagens de ‘meus sentimentos’, aí eu abri a notícia e vi a morte do Jô. É muito triste mesmo. Eu tenho um carinho, fiquei 28 anos lá [nos programas], metade da minha vida ao lado do Jô. E praticamente metade da vida profissional dele. É um privilégio. Ele foi e é uma pessoa incrível, uma espécie de um pai pra mim”, disse o músico, que integrou o Sexteto, conhecido por passagens nos programas Jô Soares Onze e Meia (SBT) e Programa do Jô (Globo).

Apresentador Jô Soares com Derico Sciotti e resto da banda (Foto: Reprodução)

O músico ainda relembrou a última conversa que teve com Jô Soares. “Eu sempre tive um sonho na minha vida que era bater um papo [gravado] com ele, tipo o que a gente está fazendo aqui. Eu tive momentos assim, mas queria um momento pra falar sobre tudo, passar a régua, como a gente faz com pai e mãe. Forçava a barra, ligava pra ele, falava deixa eu ir aí, vamos conversar, deixa eu registrar um papo falando sobre coisas da vida. Não deu tempo. Uma pena. Como a gente se divertiu, como era legal trabalhar aí [na Globo]. Fico feliz de ter tido a oportunidade”, disse por fim.