Antes de sair do ar, Jô Soares rejeitou proposta da Globo: “Não tenho o menor interesse”


Jô Soares comandou o Programa do Jô na Globo. (Foto: reprodução)
Jô Soares (Foto: reprodução/ Globo)

A Globo exibiu, em dezembro de 2016, a última edição do Programa do Jô, que ficou no ar na emissora por 16 anos. O fim da atração também marcou a aposentadoria de Jô Soares, que já demonstrava cansaço com a rotina e enfrentava alguns problemas de saúde.

O programa ficou muitos anos no ar sem nenhuma concorrência nas madrugadas, mas nos últimos dois anos, já vinha tendo de lidar com o The Noite, comandado por Danilo Gentili no SBT, que começou a roubar pontos da Globo e por vezes até alcançar a liderança na audiência.

Porém, a decisão de acabar com o talk show partiu do próprio Jô, que desejava terminar o programa sem causar nenhum tipo de desgaste. “Há dois anos, ao renovar meu contrato, conversei com a emissora e concluímos: ‘Vamos ter que marcar uma data para encerrar o programa’. Achamos que dois anos seria o tempo ideal para não correr o perigo do desgaste. Queria sair de forma digna e não de maneira melancólica. Prefiro deixar saudade ao incômodo”, revelou o apresentador.

Jô Soares rejeitou última oferta da Globo

Jô Soares ainda gozava de grande prestígio na Globo, e mesmo com o fim do seu talk show, a emissora pensava em uma forma de manter o apresentador no ar, tentando encaixá-lo em alguma outra produção.

Assim, o canal chegou a propor a estrela um quadro no Jornal da Globo, nos mesmos moldes do que ele fazia nos anos 1980. Jô, no entanto, via essa possibilidade como um retrocesso na sua carreira, e em entrevista ao Notícias da TV, chegou a demonstrar certa revolta com essa possibilidade.

“Não vou aceitar jamais andar para trás. Eu fiz o Jornal da Globo há milênios [nos anos 1980]. Eu não tenho o menor interesse em fazer, não preciso fazer, não quero e não vou. Provavelmente, é uma proposta que vão me fazer, eu vou dizer não, obrigado. Se eu fizer o ‘Jornal da Globo’, daqui a pouco vou ter que fazer o Família Trapo”, disparou o apresentador, que faleceu em agosto deste ano.