Antônio põe Luigi contra a parede e dá ultimato para o italiano envolvendo Petra e Anely


Antônio e Luigi em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)
Antônio e Luigi em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)

Antônio dá ultimato para Luigi em Terra e Paixão

Em Terra e Paixão, Antônio (interpretado por Tony Ramos) tomará medidas drásticas para tirar Luigi (interpretado por Rainer Cadete) e Anely (interpretada por Tatá Werneck) da prisão. A dupla foi presa após tentar vender o ouro falso que estava escondido no bar da finada Cândida (interpretada por Susana Vieira) em outra cidade.

Antônio ficará furioso com a situação e ordenará que Luigi se afaste completamente da irmã de Lucinda (interpretada por Débora Falabella). Além disso, o fazendeiro exigirá que Luigi faça um filho em Petra (interpretada por Debora Ozório) para que eles possam começar uma família “como deve ser”.

Em uma conversa com Anely, Luigi suspeitará de Agatha (interpretada por Eliane Giardini), a mãe de Caio (interpretado por Cauã Reymond), e pedirá a Anely que a siga para tentar descobrir algo. Quando Antônio se deparar com a esposa, ficará profundamente abalado, e Irene (interpretada por Gloria Pires) planejará tirar a vida de sua rival como parte de sua vingança.

Luigi em Terra e Paixão
Luigi em Terra e Paixão (Foto: Reprodução/Globo)

Vilão precisa lidar com várias questões

Vale lembrar que Antônio já terá uma pulga atrás da orelha em relação a Luigi. O italiano chegou à cidade para se envolver com Petra já disposto a aplicar um golpe para ficar com a fortuna da família La Selva.

Porém, pouco antes do casamento, Antônio já havia alertado o falso italiano de que suspeita que ele se aproximou da sua família justamente com essa intenção, mas decide acolhero rapaz mesmo assim, mas fará marcação serrada para qualquer movimento suspeito que ele fizer.

Vale ressaltar que a novela Terra e Paixão é escrita por Walcyr Carrasco e tem direção artística de Luiz Henrique Rios. O elenco conta com nomes como os de Barbara Reis, Cauã Reymond, Glória Pires, Tony Ramos, Agatha Moreira, Paulo Lessa, Débora Ozório e Rainer Cadete.