Apresentador não resistiu e morreu após passar mal ao vivo no SBT


Flávio Cavalcanti apresentou programa no SBT. (Foto: reprodução)
Flávio Cavalcanti apresentou programa no SBT. (Foto: reprodução)

Flávio Cavalcanti foi considerado um dos maiores e mais polêmicos apresentadores da história da televisão brasileira, mas por uma triste ironia do destino, acabou partindo depois de estar fazendo justamente aquilo que mais amava: comandando o seu programa, na ocasião, no SBT.

O apresentador começou cedo na TV, ainda nos anos 1950, comandando atrações históricas, como o Noite de Gala. Depois, com tamanho sucesso, tinha o privilégio de apresentar programas que levavam o seu próprio nome ou seus famosos bordões no título. Depois, nos anos 1970, passou a comandar atrações nas noites de domingo da extinta TV Tupi, e depois foi para a Band, onde esteve à frente do Boa Noite Brasil.

Em 1983, o astro acertou sua ida para o SBT, onde comandou o Programa Flávio Cavalcanti, que tinha um tom ainda mais polêmico, mas com alta audiência, abordando temas espinhosos e mostrando o apresentador quebrando discos de músicos que ele não gostava.

Apresentador Flávio Cavalcanti. (Foto: reprodução)
Apresentador Flávio Cavalcanti. (Foto: reprodução)

Apresentador passou mal ao vivo no SBT

Até que, no dia 22 de maio de 1986, Flávio Cavalcanti fez uma rápida entrevista no programa e chamou o intervalo comercial, mas não voltou mais. O público foi pego de surpresa com o jurado Wagner Montes assumindo o lugar do apresentador, informando que o titular havia passado mal, e logo encerrou a atração, que era exibida ao vivo.

“Vocês devem estar estranhando eu apresentando o programa. Desculpem, mas eu também fui pego de improviso. Mas o Flávio teve uma pequena indisposição e, se Deus quiser, na próxima quinta-feira, ele estará aqui, porque aqui é o seu lugar, para comandar o Programa Flávio Cavalcanti”, anunciou.

Porém, para tristeza de todos, Flávio Cavalcanti não voltou ao ar e acabou falecendo quatro dias depois, aos 63 anos, devido a um problema no coração. Ele ficou internado em um hospital de São Paulo, mas não resistiu.

No dia da sua morte, o SBT chegou a ficar fora do ar, em sinal de luto, exibindo uma tela com a seguinte mensagem: “Estamos tristes com a morte do nosso colega Flávio Cavalcanti, que será sepultado hoje, em Petrópolis, às 16 horas, quando então voltaremos com a programação normal”.