Encostada no SBT, apresentadora implorou para ser demitida: “Tinha vergonha de sair na rua”


Márcia Goldschmidt pediu demissão no SBT. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)
Márcia Goldschmidt pediu demissão no SBT. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)

Márcia Goldschmidt foi deixada de lado no SBT

O SBT, emissora de Silvio Santos, funciona como uma vitrine que revela uma variedade de atores e apresentadores renomados, que acabam ganhando fama em todo o Brasil, porém, posteriormente, saem para trabalhar em outras emissoras. No entanto, algo incomum ocorreu no último domingo de janeiro. Isso se deve ao fato de que o SBT trouxe de volta uma das apresentadoras mais célebres de sua história.

O acontecimento ocorreu durante uma reportagem especial no programa “Domingo Legal”, apresentado por Celso Portiolli, que comemorava os 30 anos desde sua estreia como programa de auditório. Durante 16 anos, o programa foi conduzido por Gugu Liberato, mas infelizmente, ele já nos deixou.

Nos outros 14 anos, quem o apresentou foi Celso Portiolli, que continua no comando até hoje. Durante a homenagem do programa, o SBT mencionou a criação do quadro “Telegrama Legal”, que foi responsável por tornar Márcia Goldschmidt famosa em todo o país.

Vale destacar que, antes de apresentar programas de sucesso voltados ao público feminino, Márcia Goldschmidt era dona de uma agência de casamentos, que foi utilizada pelo próprio “Domingo Legal” em uma das pegadinhas do quadro.

Apresentadora Márcia Goldschmidt. (Foto: reprodução/Band)
Apresentadora Márcia Goldschmidt. (Foto: reprodução/Band)

Apresentadora pediu demissão

No início dos anos 2000, Márcia Goldschmidt tornou-se uma das principais estrelas do SBT, e seu sucesso como apresentadora chegou a despertar interesse da Globo. Silvio Santos, no entanto, fez grandes esforços para mantê-la na emissora, mas, por razões desconhecidas, acabou colocando-a em um período de inatividade pouco tempo depois.

“Foi um ano em que eu sentia vergonha de sair às ruas. As pessoas me perguntavam: ‘Márcia, por que você não está mais na televisão?’, ‘Márcia, eu adoro o seu programa’, e o que eu poderia responder? Eu não tinha uma resposta. E eu mesma procurava por essa resposta. ‘O que aconteceu?’, ‘o que fiz de errado?’, ‘o que fiz ao Silvio?’, eu não sei. Passei por esse ano de ostracismo e entrei em uma profunda depressão”, revelou a apresentadora em uma recente entrevista ao programa “A Noite é Nossa”, da Record.

Insatisfeita por estar fora do ar, a apresentadora chegou a implorar para ser liberada por Silvio Santos, mas o dono da emissora recusou-se a conceder a liberação. “Eu já havia pedido minha rescisão para o Silvio e disse: ‘Não quero receber seu salário sem trabalhar. Minha liberdade não tem preço’. E ele respondeu: ‘Márcia, não vou te liberar. Quando alguém te contratar, eu te liberto. Até lá, você continuará recebendo seu salário’. Então, fui para a Gazeta e, posteriormente, meu advogado cuidou dos trâmites de rescisão com o SBT. E assim, recomecei do zero”, revelou.