Astro da Globo se revoltou com cortes em programa que comandava no SBT: “Desrespeitam o público”

28/11/2023 às 20h18

Por: Bruna Alves
Imagem PreCarregada
Apresentador da Globo que comandava programa no SBT não concordou com estratégias do canal (Foto: Reprodução, Montagem, fatos da TV)

O querido apresentador que atualmente faz sucesso na emissora carioca não aprovou a estratégia usada pelo SBT na época

Comandante do Altas Horas, Serginho Groisman fez história na TV à frente do Programa Livre, do SBT, durante adécada de 1990.

A atração voltada para o público jovem, além de render boa audiência para o canal de Silvio Santos , marcou época por tratar de temas considerados tabus na TV aberta.

No entanto, as estratégias de programação do SBT afetaram bastante o formato, que passou a sofrer cortes para atender à grade. A denúncia foi feita na edição da Folha de São Paulo de 1º de fevereiro de 1994.

O jornal destacou que, no exato momento em que Serginho Groisman questionou a empresária Noeli Lima sobre aparte do corpo que ela mais gostava.

A emissora interrompeu o Programa Livre e passou a exibir o filme Um Novato na Máfia (1990), com Marlon Brando. Na ocasião, a atração estava promovendo uma mesa-redonda sobre a beleza feminina.

Veja também

A Folha apurou que as edições que o Programa Livre estava sofrendo não se tratavam de falha técnica. Os cortes aconteciam há cerca de um mês e eram tão sem pé, nem cabeça que, além de interromper discussões, “silenciavam” artistas que usavam o formato de Serginho para a divulgação de suas músicas.

Foram contabilizados 21 cortes entre os dias 3 e 29 de janeiro daquele ano. Bandas como KidAbelha, Tigres de Bengala, Ira!, Olodum e a inglesa D-Influence gravaram performances que não chegaram a ir ao ar.

Serginho Groisman no Programa Livre (Foto: Divulgação/SBT)
Serginho Groisman no Programa Livre (Foto: Divulgação/SBT)

O apresentador ficou chateado

Os espectadores, se sentindo enganados, iniciaram uma onda de protestos, com reclamações via telefone, fax e cartas para a emissora. A direção do SBT preferiu não se pronunciar a respeito.

Ainda, segundo a matéria, as tesouradas no Programa Livre não tinham nada a ver com questões ideológicas ou morais.

O principal objetivo era ampliar a audiência. O SBT havia decidido, nos últimos dias de 1993, que, assim que a novela Fera Ferida saísse do ar na Globo.

Entretanto, o Programa Livre seria interrompido, numa estratégia batizada como “hábito de audiência”, na qual o público da concorrente migrava para o canal de Silvio Santos no momento em que os créditos da novela surgiam.

A princípio, a aposta era enfrentar a rival exibindo filmes; a partir de maio, o recurso seria empregado na transmissão da novela Éramos Seis, um dos maiores sucessos do SBT.

O mais curioso dessa história toda é que, quando a emissora tomou tal decisão, Groisman tinha acabado de tirar dois meses de férias.

Aproveitando a ausência do apresentador do vídeo, o SBT resolveu cortar os 53 programas já gravados por ele.

“Estou chateado. Respeito a estratégia da emissora, mas acho que os cortes desrespeitam o público”, lamentou.

Serginho Groisman permaneceu no Programa Livre entre 1991 e 1999, quando acabou contratado pela Globo. Com a sua saída, a atração da rede de Silvio Santos ficou no ar em esquema de rodízio de apresentadores.

Contando com Ney Gonçalves Dias, Otávio Mesquita, Márcia Goldschmidt, Lu Barsoti e Christina Rocha. A última fase do formato, exibido até 2001, contou com Babi Xavier.

Serginho Groisman no programa Altas Horas (Foto: Reprodução/ Globo)
Serginho Groisman no programa Altas Horas (Foto: Reprodução/ Globo)

Autor(a):

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.