Com medo, ator antecipou herança e deixou testamento de morte pronto após passar 50 dias na UTI


Atores da Globo(Foto: Reprodução, Globo)
Atores da Globo(Foto: Reprodução, Globo)

Medo ou precaução?  Ator já deixou seu atestado de morte pronto caso algo lhe aconteça, ele fez isso após passar dias na UTI

Esse ator da Globo, um dos grandes nomes da atuação brasileira, coleciona papéis que marcaram gerações em produções de sucesso, principalmente em novelas da Globo, como O Cravo e a Rosa, Da Cor do Pecado, O Beijo do Vampiro e muitas outras.

O veterano, de 77 anos, diminuiu bruscamente a participação nas produções e opta por aproveitar a vida ao lado do marido, o diretor Edi Botelho, principalmente após lidar com uma situação delicada envolvendo sua saúde. Em 2022, Ney Latorraca ficou por quase 50 dias, internado na UTI, após passar por uma cirurgia de retirada da vesícula. O procedimento ocasionou uma inflamação nas vias biliares e se espalhou pelo corpo.

Ator Ney Latorraca (Foto: reprodução)
Ator Ney Latorraca (Foto: reprodução)

“O sucesso mexeu comigo, não sabia que o sucesso era tão violento desse jeito. Fiquei com medo na época, fiquei doente”, comentou o ator em entrevista ao Persona In Foco, da TV Cultura.

Por conta disso, Ney Latorraca disse que já definiu as questões relacionadas ao seu testamento. Por não ter filhos, Ney revelou que vai deixar o patrimônio acumulado ao longo dos anos na TV para instituições voltadas ao teatro, visto que foi neles que fez milhões.

Seu marido

Ney Latorraca e Edi foram clicados quando estavam num shopping da Zona Sul da cidade para as últimas compras de Natal. Enquanto Ney, de 78 anos, preferiu não usar máscara, Edi, de 65, sacou a dele para transitar entre as pessoas.

Os dois começaram a namorar em 1995 e sempre mantiveram a máxima discrição sobre a vida pessoal. Nunca esconderam, mas também não fizeram do casamento uma pauta.

Ator Ney Latorraca e Edi Botelho (Foto: reprodução)
Ator Ney Latorraca e Edi Botelho (Foto: reprodução)

Edi e Ney viveram uma fase de superação no relacionamento, quando o veterano teve que fazer uma cirurgia de vesícula e passou por muitas complicações, chegando a ficar 50 dias internado. O companheiro dormiu com Ney todos os dias. “O Edi virou praticamente um médico, e percebi que temos muito mais que um caso de amor, estamos unidos para toda a vida”, contou ele, numa entrevista à “Veja”.