Jovem ator de “Bambolê” escondeu diagnóstico de AIDS para não perder a chance de realizar sonho


Jovem ator morreu sem realizar sonho (Foto: Reprodução)
Jovem ator morreu sem realizar sonho (Foto: Reprodução/ Fatos da TV)

Jovem ator que foi destaque na novela “Bambolê” escondeu que lutava contra AIDS, por que tinha medo de não realizar o grande sonho de sua vida

A novela “Bambolê” (1987), assinada por Daniel Más é marcada por uma curiosidade, foi a única novela de Guido Brunini, que faleceu jovem em decorrência da AIDS.

O ator partiu sem conseguir realizar o seu maior sonho. O público acompanhou a história de amor entre Marta (Suzana Vieira) e Álvaro Galhardo (Cláudio Marxi), que se passa no Rio de Janeiro dos anos 50.

Então, Guido que nasceu no Espírito Santo, sempre teve como seu grande sonho a carreira musical,  apaixonado por música, acompanhando Vicente Celestino e Salva de Oliveira, assim que cresceu partiu para o Rio de Janeiro.

No entanto, acabou se encontrando no teatro, durante sua busca por um trabalho no cenário musical dos anos 80.

Assim, Guido Brunini participou do grupo “Asdrúbal Trouxe o Trombone”, que revelou grandes nomes como Regina Casé, Luiz Fernando Guimarães, Evandro Mesquita e outros.

Após ganhar certo destaque, acabou estreando na novela “Bambolê”.

Guido Brunini (Foto: Reprodução)

Jovem ator morreu sem conseguir realizar sonho

Na trama, ele viveu Julio, o personagem gostava de música e violão, detalhes em comum com o ator, e namorava Mara (Carla Daniel) e era amigo das meninas Galhardo, Ana (Myrian Rios), Yolanda (Thaís de Campos) e Cristina (Carla Marins).

Contudo, mesmo desempenhando um bom papel, esse foi o único trabalho do ator na TV. Com apenas 24 anos, Guido Brunini se descobriu soropositivo.

Em uma época em que a AIDS era uma doença desconhecida e não havia tratamento eficiente, a doença era uma sentença de morte.

Entretanto, o ator resolveu viajar e caiu na estrada, visitando diversos países e aproveitando o seu talento musical para ganhar a vida na Europa.

No entanto, a ‘EuroTrip’ não deu certo e o rapaz voltou para o Brasil, com o objetivo de realizar seu maior sonho: gravar um CD.

Dessa forma, Guido conseguiu um contrato com a Polygram e realizou diversos shows pelo país em 1992, lançando duas músicas em um disco de vinil.

Duas de suas canções também estiveram presentes em novelas da Globo: Fráfil, em “Sonho Meu” (1993) e Imagens, em “Pátria Minha” (1994).

Entretanto, enquanto estava no estúdio, preparando o CD, o artista escondeu da gravadora que tinha AIDS. Assim, Guido ocultou a verdade para não perder a chance que vivia.

Porém, faleceu em fevereiro de 1995, aos 28 anos e o CD que carregaria o nome do ator de “Bambolê” estava pronto, mas nunca foi lançado pela Polygram. Sendo assim, o sonho de Guido Brunini foi engavetado.

Daniel Más (Foto: Reprodução/ Instagram)
Daniel Más, autor da novela “Bambolê” (1987) (Foto: Reprodução/ Globo)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.