Ator de “Cara e Coragem” desabafou sobre cirurgia delicada no coração: “Eu era uma bomba-relógio”


O ator que fez parte de "Cara e Coragem" havia feito uma cirurgia no coração (Foto: Reprodução/ Globo)
O ator que fez parte de "Cara e Coragem" havia feito uma cirurgia no coração (Foto: Reprodução/ Globo)

Ator que foi destaque na novela “Cara e Coragem” da Globo e atuou ao lado de Paolla Oliveira passou procedimento arriscado

O ator Rafael Cardoso que foi destaque na novela “Cara e Coragem” da Globo , tomou um susto daqueles há um tempo atrás.

O artista descobriu uma fibrose no músculo do coração que o colocava em grupo de risco de morte súbita, o ator teve que realizar uma cirurgia cardíaca bastante delicada para colocar um desfibrilador no órgão vital.

“Com o meu histórico familiar, eu era uma bomba-relógio”, afirmou Rafael ao falar sobre a doença pela primeira vez. Então, o artista revelou que outros cinco familiares haviam morrido de morte súbita. Dessa forma, entre eles estavam seu primo de cinco anos, diabético, e uma tia de 19.

Minha tia Janete correu para pegar um ônibus e, assim que sentou no banco, morreu”, contou ele em uma live na sua conta do Instagram.

O ator que viveu Rômulo em “Cara e Coragem” descobriu o problema cardíaco após, na época, realizar exames de rotina.

Em "Cara e Coragem", Rômulo (Rafael Cardoso) é um cliente da Coragem.com que se encanta por Pat (Paolla Oliveira) (Foto: Reprodução/ Globo)
Em “Cara e Coragem”, Rômulo (Rafael Cardoso) é um cliente da Coragem.com que se encanta por Pat (Paolla Oliveira) (Foto: Reprodução/ Globo)

A cirurgia foi um sucesso

Contudo, todos se assustaram quando os exames apontaram uma hipertrofia de 20 milímetros no músculo do coração e cerca de 14% de fibrose no órgão vital.

Até 10% é um índice considerado normal, e acima de 20% é gravíssimo. Assim, era o que o colocava no grupo de risco de morte súbita.

“O Rafa tem uma miocardiopatia hipertrófica. Uma doença genética e hereditária que faz com que os músculos do coração fiquem hipertrofiados. A doença é progressiva e pode piorar com o passar dos anos”, iniciou o cardiologista.

“Ele [Rafael] já tinha uma fibrose preocupante. O que já foi suficiente para prepará-lo para a cirurgia”, disse de Rafael o cardiologista especialista em arritmia cardíaca, Dr. Eduardo Saad. Segundo Saad, a cirurgia foi tranquila e durou cerca de uma hora e meia.

Diferentemente de outros desfibriladores que podem ter até três fios elétricos conectados no coração, apenas um fio condutor foi ligado a Rafael, passando por baixo dos músculos do peito, no lado esquerdo.

O ator, a partir de agora, terá de dormir ao lado de um aparelho – parecido com um celular, ou um controle – que mede, às 2h da madrugada, os batimentos cardíacos do artista e envia todas as informações referentes ao dia do ator para sua central.

E, caso ocorra alguma alteração nesses dados, o Dr. Saad será acionado imediatamente e Rafael Cardoso terá de realizar uma nova bateria de exames.

Rafael Cardoso no hospital após cirurgia (Foto: Reprodução/ Globo)
Rafael Cardoso no hospital após cirurgia (Foto: Reprodução/ Globo)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.