Ator da Globo chutou o balde, quase largou carreira e hoje implora por nova chance na TV


Marcelo Picchi não recebeu novas oportunidades na Globo. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)
Marcelo Picchi não recebeu novas oportunidades na Globo. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)

Galã da Globo nos anos 80, Marcelo Picchi quase largou a carreira e hoje luta por nova chance

Nos anos 1970 e 1980, Marcelo Picchi era um dos galãs mais importantes das novelas da Globo, tendo participado de vários folhetins da emissora. Porém, atualmente vive uma situação bem diferente.

Sua trajetória na Globo teve início em 1975 e ele logo se tornou uma das grandes estrelas da emissora, atuando em produções como O Casarão (1976), Coração Alado (1980), Ciranda de Pedra (1981), O Homem Proibido (1982), Corpo a Corpo (1984), Fera Radical (1988) e Que Rei Sou Eu? (1989).

Em 1992, o ator passou por um momento inusitado e desiludido com a profissão, após 22 anos de carreira, chegando a expor publicamente sua situação: “Apesar de conseguir sobreviver dela, percebo que está difícil trabalhar. Não tenho me empolgado por nenhum papel em teatro e como não posso assumir sozinho a produção de uma peça, prefiro me resguardar”, disse.

Naquela época, Marcelo Picchi estava no ar em De Corpo e Alma, onde interpretava Atílio, mas estava tão descontente que chegou a pedir para deixar a novela da Globo.

Antes e depois de Marcelo Picchi. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)
Antes e depois de Marcelo Picchi. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)

Ator quase largou a carreira

“Foi uma sorte, pois eu já estava chateado com a insignificância do papel que cheguei a pedir para sair da novela”, desabafou o ator. “Com um papel tão pouco envolvente fica difícil criar, mas acredito que consegui reverter esta situação”, completou.

Desde então, o ator tem feito apenas pequenas participações em séries e novelas, em emissoras como Globo, SBT e TV Manchete, e agora, aos 74 anos, Marcelo está afastado da TV desde 2017, quando participou da série TOC’s de Dalila, no Multishow, e pede uma nova oportunidade na telinha.

“Teatro é muito caro, meu filho e eu montamos esse espetáculo sem patrocínio, juntando os nossos caraminguás. Não é do teatro que vou tirar o meu sustento. Esse é um recado para os produtores de elenco: Me chamem. O velho tem que trabalhar”, pediu o ator, que não entende por que não tem recebido convites para novos trabalhos.