Tragédia! Ator da Globo morreu dentro de casa após ser atingido por tiro


Older Cazarré foi ator da Globo. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)
Older Cazarré foi ator da Globo. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)

O ator da Globo Older Cazarré acabou morrendo de forma trágica e inesperada ao ser atingido por uma bala perdida

Um renomado ator brasileiro, amplamente reconhecido e admirado por sua destacada carreira na dramaturgia da Globo, faleceu vítima de uma bala perdida em sua residência, um apartamento situado na rua Saint Roman, em Copacabana, Rio de Janeiro. O trágico incidente ocorreu em fevereiro de 1992, quando o ator, que fez sucesso na novela “Ti Ti Ti” exibida entre 1985 e 1986, estava descansando em seu domicílio.

O astro em questão é Older Cazarré, que levou um tiro no peito que acabou por levá-lo a óbito. Mesmo tendo sido socorrido, ele não resistiu às complicações e morreu a caminho do hospital, aos 57 anos.

De acordo com informações fornecidas pelos policiais que atenderam à ocorrência, traficantes das favelas do Pavão e do Pavãozinho, próximas ao condomínio do ator, teriam sido responsáveis pelo disparo fatal. Eles afirmaram que Cazarré não teve nenhuma chance de sobrevivência.

Older Cazarré morreu de forma trágica aos 57 anos. (Foto: reprodução / Montagem / Fatos da TV)
Older Cazarré morreu de forma trágica aos 57 anos. (Foto: reprodução / Montagem / Fatos da TV)

Ator teve apartamento colocado à venda após a morte

Um perito chegou a aventar a possibilidade de que a bala pudesse ter sido disparada pela polícia, que teria trocado tiros com os criminosos naquele dia. No entanto, essa teoria foi prontamente descartada quando divulgada.

De acordo com a revista “Folha S. Paulo”, o apartamento do ex-ator da Globo foi colocado à venda depois do incidente, mas não houve interessados. “Anunciado há dois anos por uma imobiliária pelo preço de US$ 45 mil, o apartamento 202 do número 44 da rua Sá Ferreira não tem sequer pretendentes”, divulgou a publicação. “A imobiliária informou que os prédios próximos aos morros do Pavão e do Pavãozinho são desvalorizados em até 20% em relação a outros do mesmo bairro”.