Ator da Globo perdeu 7 quilos para conseguir viver personagem com AIDS


Ator da Globo perdeu 7 quilos para conseguir viver personagem com AIDS (Foto: Reprodução)
Ator da Globo perdeu 7 quilos para conseguir viver personagem com AIDS (Foto: Reprodução)

Interpretando uma pessoa com AIDS, ator da Globo teve que passar por grandes mudanças para conseguir perder 7 quilos

Em primeiro lugar, foi divulgada a primeira foto de Betinho, nova série do Globoplay . A trama retratará a vida de um dos maiores líderes estudantis do comunismo latino-americano. A imagem, deu um gostinho de como será a atuação de Julio Andrade. Para viver o personagem principal que tem AIDS, ele precisou perder sete quilos.

A séria contará a vida do sociólogo, criador da Ação da Cidadania, uma das maiores campanhas sociais do país contra a fome, vai virar série no Globoplay. Além do lado social, será retratada a luta de Herbert de Souza (1935-1997) contra a aids e a perda de seus dois irmãos, o cartunista Henfil e o violonista Chico Mário, para a doença.

Posteriormente, a foto foi divulgada pela colunista Patrícia Kogut e mostrou o ator com uma aparência completamente diferente do que éramos acostumados a ver em Sob Pressão, onde ele interpreta o Dr. Evandro. Então, percebe-se que Andrade está visualmente mais esguio, se assemelhando fielmente ao sociólogo retratado pela história que possui AIDS.

Julio Andrade como Bentinho, que morreu de AIDS (Foto: Reprodução, Patrícia Kogut)

A vida com a doença

Betinho descobriu que era portador do vírus HIV (AIDS) , contraído da mesma forma que a dos seus irmãos. A partir disso, tornou-se um dos maiores ativistas pela conscientização e luta pela aquisição de direitos para os portadores da doença. Sua luta foi por causas como a disponibilização gratuita dos medicamentos usados no tratamento.

Contudo, em seus últimos anos de vida, Betinho lutou como grande afinco pelas causas que acreditava. Participou ativamente do processo de impeachment do então presidente Fernando Collor e foi um dos integrantes do Movimento pela Ética na Política. Foi ainda um dos fundadores da Ação da Cidadania Contra a Miséria e pela Vida, organização voltada para o combate à fome e à miséria no país. Também participou da fundação do Viva Rio, um movimento que se dedica ao combate à violência e à busca pela justiça social.

Ativista Bentinho, que morreu de AIDS (Foto: Reprodução)

Então, a figura de Herbert de Souza tornou-se emblemática dentro do universo das lutas pelos direitos humanos e ele até mesmo chegou a ser indicado ao Prêmio Nobel da Paz. Hemofílico e portador do HIV (AIDS) , faleceu no dia 09 de agosto de 1997, no Rio de Janeiro.”