Ator que fez sucesso no filme “Cidade de Deus” acabou indo morar nas ruas e possui passagem na polícia


Ator que fez sucesso no filme "Cidade de Deus" mora nas ruas (Foto: Reprodução)
Ator que fez sucesso no filme "Cidade de Deus" mora nas ruas (Foto: Reprodução)

Ator que marcou presença no elenco do filme “Cidade de Deus” contou como acabou indo morar novamente nas ruas após o filme

O ator Rubens Sabino da Silva participou do filme “Cidade de Deus”que virou um clássico do cinema nacional. Contudo, 20 anos após o lançamento do filme, o ex- ator vive nas ruas. Em uma entrevista, o carioca refletiu sobre tudo o que viveu desde que esteve no aclamado longa, a prisão, a luta contra as drogas, o afastamento do resto do elenco e a rotina como andarilho pelas ruas do país.

Em suma, Rubens interpretou Neguinho no grande sucesso de Fernando Meirelles. O personagem, por sua vez, estrelou uma das cenas mais marcantes do audiovisual brasileiro. “P*rra, Dadinho, como é que tu chega assim na minha boca, meu amigo?”, questionava ele no filme. Eis que vinha como resposta, a frase icônica: “Dadinho é o c*ralho, meu nome agora é Zé Pequeno, p*rra!”.

Dessa forma, enquanto recordava como o longa fez história, Rubens revelou o quanto ganhou por sua participação no filme. “Esse diálogo virou música e tudo. E o filme é um dos mais vendidos até hoje, foi indicado quatro vezes ao Oscar. Eu virei um morador de rua famoso, mas não rico, enquanto ‘Cidade de Deus’ arrecadou milhões”, contou.

O ator fugiu de casa

“Na época, ganhei um cachê de R$ 5 mil. Com a nota do contador, passou pra R$ 4,5 mil”, declarou ele. Depois de participar de clipes como “Unicamente”, de Deborah Blando, e “Minha Alma, do grupo O Rappa, Rubens soube do teste para “Cidade de Deus” e resolveu tentar a sorte.

Rubens Sabino da Silva em cena do filme (Foto: Reprodução)
Rubens Sabino da Silva em cena do filme (Foto: Reprodução)

O resultado não poderia ter sido melhor… Na época, ele estava na Lapa, local em que passou a adolescência com um grupo de meninos de rua. “Eu me inscrevi e consegui passar. Fiz laboratório com [os preparadores de elenco] Fátima Toledo e o Guti Fraga. Quem ia no ensaio ganhava vale-transporte e um lanche”, mencionou Sabino.

Rubinho fugiu de casa aos 8 anos, deixando para trás a mãe e as três irmãs mais velhas. “Minha mãe, dona Zilma, era uma baita guerreira. Meu pai era alcoólatra, igual a mim. Dessa forma, quando ele sumia, ela vinha com a gente até a feira da Lapa e esperava o movimento acabar para pegar pelanca de frango. Fritava pra virar torresmo e a gente matava a fome”, lembrou. Desde cedo, ele passou a perambular pelo centro do Rio.

O artista foi preso após o filme

“Nunca mais soube dela. Fugi porque tinha o espírito livre desde piquititinho e porque não aguentava mais apanhar num terreiro que ela frequentava toda sexta-feira.  O pai-de-santo tinha o mesmo nome que eu”, contou ele. Então, quase um ano após o lançamento de “Cidade de Deus”, Rubens foi preso por roubar a bolsa de uma mulher dentro de um ônibus.

Na época, ele justificou dizendo que estava sem comer há dias. “Cometi um crime e me arrependo muito. Eu era muito moleque, fiz essa idiotice. Quando o camarada tem a ficha limpa, pode fazer concurso público. Eu não posso mais”, lamentou o ex-ator, que acabou ressurgindo na mídia por conta dessa notícia.

Rubens Sabino da Silva (Foto: Reprodução)
Rubens Sabino da Silva (Foto: Reprodução)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.