Ator de “Lado a Lado” foi preso, chamado de bandido e o que a polícia descobriu mudou tudo


Ator Vinícius Romão de Souza (Foto: Reprodução)
Ator Vinícius Romão de Souza (Foto: Reprodução)

Ator ficou preso por 16 dias, foi chamado de bandido, passou por traumas e o que a polícia descobriu mudou tudo

O ator e vendedor Vinícius Romão de Souza, que ficou preso por 16 dias, após ter sido reconhecido indevidamente por uma vítima como o homem que a teria assaltado, teve o inquérito arquivado.

“A vítima retratou-se quanto ao reconhecimento procedido, aduzindo que teve dúvidas acerca da autoria do delito e admitindo a possibilidade de ter se equivocado. Sendo assim, cotejando o novo elemento de convicção com o quadro delineado no procedimento investigativo, resta patente a ausência de justa causa para o exercício da ação penal”, destaca a decisão.

“O depoimento hoje foi tranquilo. Depois de um mês, hoje faz um mês que eu fui preso injustamente, e foi a primeira vez que eu pude dar um depoimento frente a uma pessoa. Porque meu primeiro depoimento foi na cela. Eles [o delegado e o policial] ainda vão dar o depoimento deles. Estou confiante que a justiça será feita.” contou o ator .

“E eu vou processar o Estado, o delegado e o policial. Estou esperando esse processo terminar. Mas você pode ter certeza que vou entrar com um processo sim. Só não vou processar a dona Dalva porque tal peso dela ter de dormir, sabendo que colocou um inocente na cadeia. Eu que sou inocente, durmo de duas a três horas por dia, imagina ela?”, declarou Vinícius.

Ator contou que fez terapia para superar o trauma

Assim, Romão ficou detido por 16 dias na Cadeia Pública Juíza Patrícia Acioli, em São Gonçalo, Região Metropolitana. Contudo, ele contou que após a prisão, evita sair sozinho e está fazendo tratamento psicológico para lidar com o trauma.

“Estou mais tranquilo porque recebi o apoio popular, mas ainda tenho algumas sequelas. Evito sair sozinho, na sexta tive minha primeira sessão de terapia. Essa semana vai ser muito decisiva porque recebi um convite dos Direitos Humanos para ir à Alerj [Assembleia Legislativa do Rio] para contar minha história”,  afirmou.

 “Vou falar de frente para o sistema. E no dia 12 é minha formatura na faculdade, em psicologia. É um misto de sensações de alegria e preocupação”, completou o ator.

O jovem disse ainda que os presos que dividiam a cela com ele acreditavam na sua inocência. “Eles me acolheram, conversaram comigo. Aprendi muito sobre organização. Porque a água caía quatro vezes ao dia, por dez minutos, então, a gente tinha que ter um planejamento para facilitar nosso convívio.

Não podia ficar doente, passar pros outros era complicado. Agora, eu tenho dormido de duas a três horas por dia. Meus amigos estão sempre aqui em casa. Acho que é mais aflição, o psicológico. Os traumas não vão se apagar, mas podem ser sanados”, desabafou.

Ator Vinícius Romão de Souza (Foto: Reprodução)
Ator Vinícius Romão de Souza (Foto: Reprodução)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.