Ator de Pantanal revisita passado doloroso e revela: “Eu fui estuprado”


Ator que fez sucesso no remake de Pantanal da Globo revisitou um trauma de seu passado

Não dá para falar do ano de 2022 no quesito dramaturgia sem citar o remake de Pantanal. Sucesso da Globo, um ator foi convidado a TV Cultura para conceder uma entrevista para Marcelo Tas que atualmente apresenta o Provoca.

Estou falando de Silvero Pereira que foi tão sincero nesta entrevista que revelou que sofreu um abuso enquanto ainda era apenas uma criança. Curiosamente a entrevista aconteceu em 2021, mas este tema reapareceu na vida de Silvero dentro da dramaturgia.

+ A Escrava Isaura enfrentou censura religiosa, levantou a Record e fez história na TV

Pois seu personagem, Zaquieu descobriu que o amigo Alcides (Juliano Cazarré) foi estuprado e decidiu ajudá-lo em sua vingança.

Para o Provoca, o ator disse: “Aos sete anos de idade, eu fui estuprado. Eu fui levado para um matagal por uma pessoa mais de idade do que eu e ela fez coisas comigo que eu só fui entender seis anos depois”, iniciou.

“Teve a violência verbal de dizer: ‘Você é mulherzinha, a cidade vai saber se você falar sobre isso, se você contar que fui eu, eu vou te espancar’. Então, o que mais ficou em mim foi o medo. Eu não falei pra ninguém por muito tempo pelo medo”, pontuou Silvero Pereira.

Silvero Pereira (Foto: Reprodução/Globo)

+ A Verdade! Fatima Bernardes abre o jogo e contou o real motivo pra deixar o Encontro: “Insatisfeita”

Silvero nasceu no interior do Ceará e chegou a enfrentar preconceito pelos moradores de Mombaça pela sua forma de ser. Anos depois, assumindo sua homossexualidade, o ator critica vira e mexe o machismo que sofreu em sua cidade natal.

Silvero Pereira é um dos atores que ganhou destaque na Globo após explodir na mídia ao participar do filme Bacurau de 2019. Na Globo ele já fez A Força do Querer em 2017 e então Pantanal.