Ator renomado que participou de vários sucessos da Globo morreu falido e sozinho em retiro dos artistas


Ator da Globo faleceu sozinho em retiro dos artistas (Foto: reprodução/Globo)
Ator da Globo faleceu sozinho em retiro dos artistas (Foto: reprodução/Globo)

Apesar de muitos trabalhos memoráveis e a maioria deles prestados a Globo, o ator passou por dificuldades financeiras e morreu sozinho

O ator Cláudio Corrêa e Castro  morreu no dia 16 de agosto de 205, mas deixou um legado extenso na teledramaturgia brasileira.

Em “O Cravo e a Rosa”, Cláudio viveu o divertido agiota Normando Castor.  Em “Chocolate com Pimenta”, interpretou o ambicioso banqueiro Conde Klaus Von Burgo, conhecido por chamar a jovem Celina (Samara Felippo) de “cabritinha”

Dessa forma, ao longo de sua carreira, Cláudio atuou em mais de 50 novelas, a maioria na TV Globo.

Mesmo sendo, geralmente, coadjuvante, Cláudio interpretou personagens memoráveis e se destacou com sua versatilidade.

Suas novelas notáveis incluem: “O Profeta” (1977), “Dancin’ Days” (1978), “A Gata Comeu” (1985), “Sinhá Moça” (1986), “Vale Tudo” (1988), “Rainha da Sucata” (1990).

Tambem, participou de “Deus Nos Acuda” (1992), “O Rei do Gado” (1996), “Meu Bem Querer” (1998) e “Esperança” (2002), entre muitas outras.

Então, Cláudio também atuou em minisséries da Globo como “Anos Dourados” (1986), “Engraçadinha” (1995), “A Casa das Sete Mulheres” (2003).

Além de interpretar Anacleto no humorístico “Zorra Total” no quadro da pensão da Santinha entre 2004 e 2005.

Claudio Corrêa e Castro (Foto: Reprodução)
Claudio Corrêa e Castro (Foto: Reprodução/ Globo)

O ator foi à falência

Seus últimos papéis foram Dr. Afonso, advogado de Josefa (Marília Gabriela), em “Senhora do Destino” (2004) e Gamaliel em “Irmãos de Fé” (2004), filme do Padre Marcelo Rossi protagonizado por Thiago Lacerda.

Apesar de tantos trabalhos notáveis na televisão, Cláudio foi à falência e se mudou para o Retiro dos Artistas em 2003. O artista da Globo havia acabado de se separar de Mirian Ayres, com quem foi casado por 20 anos e teve dois filhos.

De acordo, com informações na época, Mirian o acusou de ter um comportamento agressivo e afirmou que o ator foi para o retiro para fugir de agiotas.

Então, em entrevista, Cláudio falou sobre sua situação. Ele tratava uma hérnia de disco que quase fez com que ele perdesse o movimento das pernas, tinha dificuldade para se locomover e usava uma bengala.

Por fim, Cláudio Corrêa e Castro, morreu faleceu em decorrência de falência múltipla de órgãos.

O famoso deixou três filhos: Guilherme, do casamento com a atriz Ileana Kwasinski, Gabriel e João Pedro, do casamento com Mirian Ayres.

Ator Cláudio Corrêa e Castro (Foto: Reprodução)
Ator Cláudio Corrêa e Castro (Foto: Reprodução/ Globo)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.