Ator ofereceu “droga” para Rafael Ilha e pegadinha de mau gosto em programa terminou em pancadaria: “Cara de otário”


Rafael Ilha causou confusão após pegadinha de mau gosto. (Foto: reprodução)
Rafael Ilha causou confusão após pegadinha de mau gosto. (Foto: reprodução)

No começo dos anos 2000, a televisão brasileira ficou marcada por protagonizar momentos constrangedores e que passaram dos limites no famoso “vale tudo por audiência”. E uma das atrações que se tornaram especialistas nisso foi o Festa do Mallandro, programa comandado por Sergio Mallandro na TV Gazeta, que já chegou a provocar uma grande polêmica com Rafael Ilha.

Com as doses de loucura que eram características do apresentador, que chegava até a quebrar peças do cenário, o programa da Gazeta estreou de forma discreta, mas logo se tornou um grande sucesso no canal, chegando, por vezes, até superar a audiência da Globo no seu horário de exibição.

Porém, no dia 5 de agosto de 2000, a edição do Festa do Mallandro ficou marcada por promover um momento para lá de absurdo, com uma pegadinha de mau gosto envolvendo Rafael Ilha.

Pegadinha com Rafael Ilha terminou em confusão

Acontece que o ex-integrante do grupo Polegar já enfrentou muitos problemas com drogas, que quase tiraram a sua vida, e essa questão acabou virando “pauta” da pegadinha promovida por Sergio Mallandro. O apresentador anunciou que faria um “teste” com o cantor, que estava em uma sala da emissora aguardando para entrar no palco.

Dessa forma, um ator contratado entrou na sala e surpreendeu Rafael Ilha ao oferecer um pó branco para ele, dizendo que era cocaína. O famoso ficou desnorteado e pediu para que o rapaz guardasse aquilo, mas após a insistência do figurante, Ilha perdeu a paciência e partiu para a agressão.

“O objetivo era de fazer o bem para o Rafael, mostrando para o país inteiro que ele não tem mais nada a ver com drogas”, tentou se justificar Sergio Mallandro, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

Rafael Ilha, claro, não aprovou nenhum pouco a “brincadeira” e chegou a revelar que o ocorrido mexeu tanto com o seu psicológico, que ele teve recaídas por conta do vício depois disso. “Eu nunca mais o vi, ele já me pediu desculpas. Mas foi uma coisa tão feia que saiu em capa de Veja, Época. Coisa de mau gosto. E ele falou que aquilo era para mostrar para o público que eu estava bem. É achar que a gente tem cara de otário”, falou o ex-Polegar em entrevista ao programa The Noite, do SBT.