Fora da mídia, ator da “Praça é Nossa” fez forte desabafo dias antes de falecer: “Todos se afastaram”


O apresentador Carlos Alberto de Nóbrega (Foto Reprodução)
O apresentador Carlos Alberto de Nóbrega (Foto: Reprodução/SBT)

Ator da “Praça é Nossa”, que faleceu aos 41 anos, apontou desprezo da classe artística, por não estar em evidência

O ator Eraldo Fontiny , aos 41 anos, em decorrência de um mal súbito. Desabafou dias antes em suas redes sociais relatando que muitas pessoas se afastaram depois que ele deixou de ficar em evidência na mídia.

Natural de Belo Horizonte, o humorista ganhou projeção nacional e convites para a TV em decorrência do sucesso da personagem Lili e seu famoso bordão ‘minha mãe deixa’.

Em uma publicação no Instagram em 29 de abril, o humorista, antes de expor alguns acontecimentos.

“Só gratidão por esses anos e todas as pessoas que verdadeiramente acreditaram no meu trabalho”, declarou. Porém, na sequência, ele afirmou que muita gente se aproveitou dele e que “elas sabem quem são”.

“Quando não fiquei mais na mídia ou em foco, todos se afastaram. Poucos me convidaram para se apresentar junto com eles ou fazer novos projetos, principalmente aqui em BH”, disse o ator, destacando que acredita na “lei do retorno”.

Ator Eraldo Fontiny, natural de Belo Horizonte, morreu neste sábado (6/5), aos 41 anos - (crédito: Divulgação)

O artista queria voltar aos palcos

Ele finalizou agradecendo o carinho dos seguidores e destacando sua vontade de atuar no teatro. “A nossa conexão [dele com os fãs] é um milagre na minha vida. Obrigado por não terem desistido de mim”, disse.

“Preciso muito voltar a trabalhar nos palcos”, escreveu. No entanto, o artista tinha algumas apresentações marcadas com o espetáculo ‘Lili, minha mãe deixa’.

Uma delas aconteceria em 16 de junho no Cine Teatro Cuiabá (MT). Antes disso, no mesmo mês, no dia 6, o ator se apresentaria em um bar de Belo Horizonte, no bairro Serrano.

Carro-chefe entre os personagens do artista, Lili ganha vida como uma criança aparentemente dócil, mas que faz todo tipo de atrocidades sob a justificativa (e também bordão) de que a mãe dela deixa.

Formado em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o humorista ainda ganhou destaque com outros personagens, como Seu Manel, Marcos Paulo, Professora Mazzé e Meire Caixeta.

O artista coleciona passagens pelo Grupo Globo, RedeTV e SBT. Atualmente, ele integrava o elenco do Programa Graffite, da rádio 98 FM, ao lado de Eduardo Schechtel, Leandro Nassif, Rodrigo Rodrigues e Rafael Mazzi.

Ele trabalhava na emissora desde 2012. Antes disso, o ator atuou na rádio Extra FM.

Fontiny ainda integrou o grupo paulista de teatro Terça Insana. No cinema, o ator fez parte do elenco de Os Parças, filme que também contou com as participações de Whindersson Nunes, Tirulipa e Tom Cavalcante.

Humorista Eraldo Fontiny morre aos 41 anos

Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.