Novelas

Atores difíceis, mudança de protagonista e erro no título: novela da Globo marcou época


Claudia Raia em Sassaricando, na Globo (Foto: Reprodução)

Uma das novelas da TV Globo que marcou gerações foi Sassaricando, por sua trama divertida e com personagens que cativaram o público.

Dessa forma, a história ficou eternizada na memória da teledramaturgia, mas não sem bastidores complicados. Confira:

Sassaricando na Globo

O ano era 1988 e a TV Globo colocava no ar a novela Sassaricando, que trazia a história de Aparício (Paulo Autran) com as três caçadoras de dote, Rebeca (Tônia Carrero), Penélope (Eva Wilma) e Leonora (Irene Ravache).

No entanto, outros personagens da trama da Globo acabaram ofuscando os principais, como o relacionamento de Fedora (Cristina Pereira) e Leozinho (Diogo Vilela) e o triângulo amoroso de Tancinha (Cláudia Raia), Beto (Marcos Frota) e Apolo (Alexandre Frota).

Dificuldades de elenco e personagens inesquecíveis

Sassaricando teve Miguel Falabella como diretor de novelas na Globo, mas a experiência não foi total positiva. Em entrevista, o ator contou que Paulo Autran e Tônia Carrero tinham comportamentos difíceis de lidar. Tancinha e Fedora Abdala estão eternizadas na memória dos brasileiros como duas das melhores personagens da TV. A escolha dos atores, no entanto, era diferente.

Veja também

O autor Silvio de Abreu criou o casal Fedora e Leozinho pensando em Regina Casé e Ney Latorraca para interpretá-los. No entanto, Cristina Pereira e Diogo Vilela acabaram ficando com o papel na novela da Globo.

No entanto, o destaque mesmo foi para Claudia Raia com Tancinha. O linguajar diferenciado virou febre e ela virou queridinha dos telespectadores.

Dessa forma, no remake Haja Coração, Tancinha acabou conquistando o posto de protagonista.

Claudia Raia em Sassaricando, na Globo (Foto: Reprodução)
Claudia Raia em Sassaricando, na Globo (Foto: Reprodução)

Você se lembra de Sassaricando na Globo? Qual o melhor personagem da trama? Deixe nos comentários!

Autor(a):