Sentada em um banquinho, atriz da Globo morreu após esperar três dias por atendimento


Sentada em um banquinho, atriz da Globo morreu após esperar três dia por atendimento (Foto: Reprodução, Globo)
Sentada em um banquinho, atriz da Globo morreu após esperar três dia por atendimento (Foto: Reprodução, Globo)

Vítima do sistema, atriz da Globo passou dias esperando por uma vaga num leito hospitalar, antes de morrer

O Brasil possui o SUS, um dos poucos sistemas de saúde do mundo a oferecer atendimento gratuito a população, contudo as vezes os pacientes nem chegam a serem tratados. As filas para o atendimento publico no país todos são enormes, e durante a pandemia elas aumentaram. Infelizmente essa atriz teve que enfrentar essa fila no meio do surto do COVID.

A atriz Christina Rodrigues, morreu em decorrência de complicações do coronavírus. Ela passou vários dias internada na enfermaria da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Tijuca com sintomas graves e dificuldades para respirar. A atriz aguardava uma vaga para ser transferida a um leito de CTI (Centro de Terapia Intensiva).

Antes de mais nada, Christina Rodrigues era conhecida por atuar em quadros de humor no Zorra Total, extinto programa da Globo, e também fez participações em diversas novelas, entre elas, “Malhação Sonhos” (2014-2015), “Beleza Pura” (2008) e “Êta Mundo Bom” (2016).

Atriz Christina Rodrigues que morreu de COVID. (Foto: Reprodução)
Atriz Christina Rodrigues que morreu de COVID. (Foto: Reprodução)

Logo depois, a informação sobre a morte da atriz foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, e confirmada por amigos dela à reportagem. “Com pesar, informamos que a paciente Christina Maria Rodrigues Teixeira apresentou piora clínica e foi a óbito “, informou em nota, a Secretária Estadual.

Posteriormente, foi divulgado que Christina teria mandado mensagens a amigos reclamando de dificuldade de respirar e da falta de leitos na UTI na unidade de saúde da Tijuca onde ela estava. Então, por meio de uma nota, a Central Estadual de Regulação (CER) do governo do Estado do Rio de Janeiro explica que somente depois ficou constatada a necessidade de um leito de UTI.

Conversa da A atriz Christina Rodrigues que morreu de COVID. (Foto: Reprodução)

CARREIRA

Antes de tudo, Christina Rodrigues era conhecido por atuar em quadros de humor em Zorra Total (1999–2015), que mais tarde mudou seu nome para Zorra e foi extinto. Também participou de várias novelas, entre elas, Malhação Sonhos (2014–2015), Beleza Pura (2008), Segundo Sol (2018) e Salve-se Quem Puder (2020).

Posteriormente, foi também escritora e dramaturga.  Seu livro intitulado E eu aprendi a voar foi publicado em 2020. Confira a sinopse: Poesias e contos de fácil leitura, entretanto de grande densidade. A autora mescla drama e humor e traz Finais sempre surpreendentes. Poetisa e atriz, Christina Rodrigues reúne neste livro 40 anos de trabalho literário.