Atriz estrelou projeto da Globo mesmo sendo contratada do SBT: “Não foi dinheiro”


Atriz estrelou projeto da Globo mesmo sendo contratada do SBT (Foto: Reprodução)

Mesmo com contrato ativo no SBT, atriz foi convidada para protagonizar produção da Globo resultando em uma boa audiência

Com a politica atual da Globo onde os contratos são por trabalhos, é fácil vermos atores e atrizes em varias emissoras durante o ano. Mas o que aconteceu há 24 anos foi bem incomum, quando uma atriz contratada pelo SBT protagonizou uma produção da Globo.

Há 24 anos, em 23 de julho de 1998, a Globo encerrava a exibição de Hilda Furacão. Baseada no romance homônimo de Roberto Drummond (1933-2002), a minissérie de Gloria Perez marcou o primeiro trabalho de Ana Paula Arósio na emissora.

Atriz Ana Paula Arósio (Foto: Reprodução)
Atriz Ana Paula Arósio (Foto: Reprodução)

Ana Paula Arósio atingiu o sucesso na carreira desde o seu primeiro papel na TV Globo.

Em 1999, protagonizou “Terra Nostra” e, em 2001, fez o papel principal da minissérie “Os Maias”. No ano seguinte, viveu sua primeira vilã em “Esperança” e atuou na peça “Casa de Bonecas”, na qual também trabalhou como produtora. Em 2004, esteve no elenco da minissérie “Um Só Coração”.

Ganhou três vezes o Troféu Imprensa: na categoria Revelação do Ano, em “Hilda Furacão”, em 1998; na categoria Melhor Atriz, em “Terra Nostra”, em 1999; e também como Melhor Atriz em “Esperança”, em 2002.

Seu contrato com o SBT e a série na Globo

Contudo, ainda em 1997, bem antes da estreia da minissérie, a Globo procurava uma protagonista para viver a garota de classe média que virou prostituta e enlouqueceu os homens da sociedade mineira da década de 1950.

Atriz do SBT Ana Paula Arósio que atuou na produção da Globo: Hilda Furacão (Foto: Reprodução)
Atriz do SBT Ana Paula Arósio que atuou na produção da Globo: Hilda Furacão (Foto: Reprodução)

Antes de Ana Paula, a emissora cogitou colocar nomes como Letícia Spiller e Cláudia Abreu para interpretar a personagem. Mas a escolhida acabou vindo de sua maior concorrente, com quem a atriz ainda tinha alguns meses de contrato.

Então em 25 de outubro de 1997, o Jornal do Brasil informou que um acordo inusitado foi feito entre as duas emissoras. Ela foi emprestada à Globo –como fazem os times de futebol com seus atletas. “Para não dar o braço a torcer, Silvio Santos teria emprestado sua estrela à concorrente”, comunicou a reportagem.