Atriz fez pouco caso ao receber chance única de protagonizar novela da Globo e sumiu da TV: “Não tinha gana”


Maria Eduarda Machado não aproveitou oportunidade na Globo. (Foto: Reprodução)
Maria Eduarda Machado não aproveitou oportunidade na Globo. (Foto: Reprodução)

Quase todos os atores sonham com a oportunidade de protagonizar uma novela na Globo. Malhação, por exemplo, ficou conhecida por ser uma espécie de “celeiro de talentos” na emissora, dando a oportunidade de muitos atores jovens e estreantes ganharem sua primeira chance de mostrar valor na TV para depois emplacarem uma sequência de trabalhos. Caio Castro, Cauã Reymond, José Loreto, Rafael Vitti, Débora Falabella, Priscila Fantin e Fernanda Vasconcellos são alguns dos grandes nomes da TV que foram revelados pela extinta novela teen.

Mas esse não foi o caso de Maria Eduarda Machado, que acabou protagonizando uma situação inusitada. Ela foi escolhida para estrelar a 14ª temporada de Malhação, exibida em 2007, interpretando a personagem Ciça. A temporada foi responsável por promover diversos nomes que depois brilhariam na TV, como Rômulo Neto, Fiorella Mattheis e Klebber Toledo, mas Maria Eduarda não teve essa sequência, e por um motivo, no mínimo, curioso: ela nem queria estar ali.

Maria Eduarda Machado foi protagonista de Malhação. (Foto: Reprodução)
Maria Eduarda Machado foi protagonista de Malhação. (Foto: Reprodução)

Atriz não se esforçou para ganhar destaque na Globo

Acontece que Maria Eduarda não desejava focar na carreira de atriz, e diferentemente dos colegas de profissão, não tinha gana de estar na novela. “Geralmente, as pessoas que fazem Malhação tentam ficar por ali, emendar uma novela na outra. Eu não tinha essa ânsia. Queria fazer outras coisas, me formar em outros aspectos também, até humanos. Eu não tinha gana de ficar ali. Nesse sentido, não é que eu não aproveitei, eu só não fiquei me esforçando para estar naquele lugar”, declarou a famosa em entrevista, em 2017.

“Tem ator que fica muito tempo pensando: ‘Nossa, vou para uma novela, vou ficar famoso e as coisas vão se reverberar a partir disso’. O mecanismo não é esse. Pelo contrário, ator tem que ter repertório, que se ganha na vida. Acredito que cada experiência é para a gente ter alguma coisa a mais, fazer a gente virar artista com muitas facetas e coisas diferentes para oferecer”, completou.

Mesmo confessando que não tinha como foco a carreira de atriz, Maria Eduarda seguiu investindo em outras áreas do meio artístico, e se formou em Artes Cênicas, em 2017. Depois de Malhação, ela fez apenas mais um trabalho na Globo, na minissérie Queridos Amigos, em 2008. Sua última aparição na TV foi na novela Cúmplices de um Resgate, do SBT, em 2015.