Atriz foi expulsa de programa de sucesso da Globo e fez promessa: “Pra mim acabou”


Atriz Cláudia Jimenez no Sai de Baixo, da Globo. (Foto: reprodução)
Atriz Cláudia Jimenez no Sai de Baixo, da Globo. (Foto: reprodução)

Cláudia Jimenez já foi considerada uma das maiores estrelas do humor da Globo, mas também uma das mais polêmicas, principalmente pelos atritos que envolviam o seu nome nos bastidores do Sai de Baixo.

A sitcom, estrelada originalmente por Jimenez, Luis Gustavo, Aracy Balabanian, Miguel Falabella, Tom Cavalcanti e Marisa Orth, se tornou uma das atrações de maior sucesso da emissora carioca no final dos anos 1990 e início dos anos 2000. Porém, conforme o programa crescia na audiência, também aumentavam as críticas sobre a qualidade do texto.

As reclamações, no entanto, não partiam apenas do público e da imprensa: a própria Jimenez, que dava vida à empregada Edileusa, chegava a reclamar dos roteiros publicamente, como ocorreu em uma entrevista ao Jornal do Brasil. “A qualidade está caindo mesmo, e não foi apenas no último programa. Isso já vem acontece há pelo menos um mês”, afirmou.

As críticas constantes da atriz ao texto do Sai de Baixo causavam um desconforto cada vez maior nos bastidores, principalmente entre a equipe de roteirista e diretores. Houve um episódio, por exemplo, que ela chegou a trocar, em cena, o nome de uma cobra de “Amarelinha” para “Paivinha”, fazendo referência à Claudio Paiva, um dos roteiristas do programa, que estava na plateia durante a gravação. Jimenez reclamava bastante dos apelidos ofensivos que eram direcionados a ela no roteiro, como “rolha de poço” e “supositório de baleia”.

Atriz foi expulsa do Sai de Baixo

Em 1996, Daniel Filho, diretor da sitcom, perdeu a paciência com os conflitos nos bastidores e decidiu pedir a demissão de Jimenez a alta cúpula da Globo, que a acatou o pedido e tirou a atriz do Sai de Baixo. “Eu acho que o meu grande erro foi tentar modificar as coisas com as quais eu não concordava. Eu realmente fui insubordinada algumas vezes, mas só porque eu queria melhorar as coisas. Eu acho que eles têm todo o direito de me demitir. A sacanagem não foi a demissão, mas a maneira como as coisas foram feitas”, afirmou a estrela logo após a sua saída do programa.

Jimenez, aliás, chegou a fazer uma promessa que acabou cumprindo: nunca mais voltou a participar do Sai de Baixo. “Mesmo que eles queiram que eu volte, eu não volto jamais. Comigo, o Eduardo Figueiras, produtor do programa, me disse para ficar tranquila porque essa decisão não é definitiva. Mas para mim é. Eu jamais vou pisar de novo neste programa, pra mim acabou”, declarou a atriz, que em 2019 até teve a chance de participar de um filme baseado na série, mas não topou o convite.

Cláudia Jimenez faleceu em agosto deste ano, aos 63 anos.