Atriz que tinha carreira promissora na Globo, luta contra doença degenerativa: “Se soubessem”


Atriz da Globo foi diagnosticada com doença incurável (Foto: reprodução/Globo)
Atriz da Globo foi diagnosticada com doença incurável (Foto: reprodução/Globo)

Atriz que fez sucesso em novelas da Globo hoje luta contra doença incurável e faz tratamento em outro país

A atriz Ludmila Dayer fez sucesso na novela “Malhação”, na Globo, mora nos Estados Unidos e, aos 39 anos, teve o diagnóstico de esclerose múltipla, provavelmente desencadeada pelo vírus EBV (Vírus Epstein–Bar).

Segundo ela, foi preciso uma maratona de um ano indo a vários médicos até descobrir o que provocava seus sintomas. A situação piorou muito depois que a atriz teve Covid, em 2020.

“Eu vivi um inferno muito grande. Se soubessem pelo que passei.  Eu era saudável, malhava e praticava esportes. Em meados de 2019, meu corpo começou a não funcionar mais“, desabafou a atriz da Globo.

“Em 2020, eu peguei Covid na Ásia, quando nem se falava muito da doença. Quase morri e nunca mais fiquei totalmente boa“, conta. Ludmila conta que ia duas vezes por semana até o hospital por conta dos sintomas que sentia.

Atriz Ludmila Dayer participou de "Malhação" (Foto: reprodução/Globo) Atriz Ludmila Dayer participou de “Malhação” (Foto: reprodução/Globo)

A atriz mora em outro país

Ela listou alguns deles na live que fez em seu perfil no Instagram para falar da doença e de seu tratamento, que incluiu mudanças na alimentação.

” Eu estava fazendo um filme na época e não conseguiu mais trabalhar. Tinha perda de memória, perda de reflexos, queda de cabelo, problemas de visão”, começou a ex-Malhação.

“Passar por isso tudo me desenvolveu uma crise de pânico e eu não conseguia mais sair de casa sozinha e nem dirigir. Da mesma família do vírus da herpes, acomete principalmente indivíduos entre 15 e 25 anos e pode ser transmitido pelo contato direto com a saliva, objetos contaminados e por transfusão de sangue“, explicou Ludmila.

Morando nos Estados Unidos, Ludmila disse que começou a sentir problemas principalmente na visão e na cognição.

Então, Ludmila contou ainda que demorou um ano para conseguir um diagnóstico e explicou como fez para controlar os sintomas com alimentação. Cortou carne, ovo, glúten, álcool, gordura e cafeína. Ela conta que abusa das frutas e do suco de salsão.

“Era um sintoma atrás do outro e por isso eu fui procurar o médico. Não conseguia enxergar direito, minha fala não acompanhava os meus pensamentos, tinha problemas de memória e muitas dores no corpo”, contou Dayer.

Atriz Ludmila Dayer (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV) Atriz Ludmila Dayer (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)

“Ia de um cômodo para o outro e não lembrava o que tinha ido fazer. Ludmila começou a pesquisar o tema e resolveu adotar um protocolo alimentar para ajudar a combater os sintomas”, contou a atriz da Globo.

“Tirei glúten, ovo, carne animal. Tudo que alimentava o vírus e provocava os sintomas. Também passei a comer coisas que desinflamam meu organismo”,  disse Ludmila.

A artista tem uma carreira de sucesso

O Vírus Epstein–Barr já provocou sintomas de esclerose relatadas por outras artistas, como a atriz Guta Stresser, sempre lembrada pela Bebel da série “A Grande Família”, e a comediante Claudia Rodrigues.

Então, Ludmila Dayer começou a atuar com apenas 10 anos de idade no longa “Carlota Joaquina, princesa do Brazil” (1995),  dirigido por Carla Camuratti, que lhe rendeu o Prêmio APCA (Associação Paulista de críticos de Arte) de atriz coadjuvante.

Entretanto, a estreia na TV foi na novela “Xica da Silva” (1996), da extinta TV Manchete. Na TV Globo, estreou na novela “Corpo dourado” (1998), e no ano seguinte fez uma participação no seriado “Mulher”.

Assim, a primeira protagonista foi a personagem Joana, da sétima temporada de “Malhação”, na Globo, que foi ao ar em 2000. Na novela “Senhora do destino” (2004), de Aguinaldo Silva, se destacou como Danielle Meira, a jovem namorada do bicheiro Giovanni Improtta (José Wilker).

Também, participou do “Sítio do Pica-pau Amarelo” e do programa “Brava gente” (2002). Então, em 2006 mudou-se para Los Angeles, onde montou uma produtora de conteúdo multimídia, a Lupi Productions. É casada desde 2016 com um empresário britânico.

Atriz Ludmila Dayer viveu pesadelo ate descobrir o diagnostico da doença (Foto: reprodução/ Instagram) Atriz Ludmila Dayer viveu pesadelo até descobrir o diagnóstico da doença (Foto: reprodução/ Instagram)

Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.