Grande atriz da Rede Globo saiu das telinhas direto para a cadeia por crime imperdoável


Atriz da Rede Globo saiu das telinhas direto para a cadeia (Foto: Reprodução, Globo)
Atriz da Rede Globo saiu das telinhas direto para a cadeia (Foto: Reprodução, Globo)

Atriz da Globo chocou todos ao cometer crime e ir parar atras das grades

Embora já fosse uma veterana, foi na década de 70 e começo dos anos 80 que a atriz ganhou mais projeção. Depois de atuar em muitas novelas, ela foi escalada para interpretar a Cuca no Sítio do Pica-Pau Amarelo, na Globo em 1977.

Mas tudo acabou mudando, quando um grande acontecimento aconteceu.

Dorah Teixeira, mais conhecida como Dorinha Duval, nasceu em 21 de janeiro de 1929, em São Paulo. Ingressou no mundo artístico como cantora, nos anos 1940, acompanhando o pianista Moacir Peixoto (irmão do cantor Cauby Peixoto) na extinta boate Oasis.

Atriz da Globo Dorinha Duval (Foto: Reprodução)
Atriz da Globo Dorinha Duval (Foto: Reprodução)

No mesmo local, também se apresentou ao lado da orquestra do maestro, pianista e compositor Robledo, cantando e tocando maracas – instrumento que lhe valeu, na época, o apelido de Dorah Maraca.

Contudo, ainda adolescente, entrou para o grupo de bailarinas do diretor Carlos Lisboa, fazendo apresentações em cassinos do interior de São Paulo. Ao mesmo tempo, começou a se encantar pelo teatro. Descoberta pelos atores Mary e Juan Daniel, pais do diretor Daniel Filho, ingressou no teatro de revista.

Em 1947, usando o apelido de Chininha, devido a seus olhos puxados, foi uma das girls de Um Milhão de Mulheres, uma revista revolucionária, estrelada pelas vedetes Salomé Parísio e Virgínia Lane.

Os motivos para ir para a cadeia

Em 1980, sua carreira foi interrompida bruscamente quando a atriz foi presa por assassinar o marido, o cineasta Paulo Sérgio Alcântara.

Em 1962 Dorinha se casou com o ator Daniel Filho, filho de Mary e Juan Daniel. Juntos eles trabalharam na TV Rio e TV Excelsior, o no programa Times Square.

Atriz da Globo Dorinha Duval (Foto: Reprodução)
Atriz da Globo Dorinha Duval (Foto: Reprodução)

O casal permaneceu juntos até 1972, e em 1965 Dorinha deu à luz a atriz Carla Daniel, sua única filha. Paralelamente à carreira na televisão, Dorinha Duval atuava no cinema. Em 1952, fez seu primeiro filme, Veneno (1952), estrelado por Leonora Amar, uma brasileira que fez muito sucesso no México. Então, nos anos seguintes, atuou em Vou te Contá (1958), de Alfredo Palácios, As Aventuras de Pedro Malasartes (1960), dirigido por Amácio Mazzaropi, e O Homem que Roubou a Copa do Mundo (1961), de Victor Lima, entre outros.

Atriz da Globo Dorinha Duval, que matou seu marido (Foto: Reprodução)
Atriz da Globo Dorinha Duval, que matou seu marido (Foto: Reprodução)

Em 1980, durante uma discussão, Dorinha Duval matou o seu terceiro marido, o produtor publicitário e cineasta Paulo Sérgio Garcia Alcântara. Dorinha, 16 anos mais velha que o marido, era constantemente vítima de abusos verbais por parte dele, que a chamava de velha, flácida, e dizia que queria mulheres mais novas. Na época, a atriz tinha 51 anos de idade. Um dia, Dorinha não aguentou as inúmeras ofensas e humilhações, e num momento de raiva deu três tiros no marido.

Por fim, a atriz foi presa, e cumpriu seis anos de prisão. Ao receber liberdade, afastou-se da vida pública.