Atriz não teve mais chances na TV e entrou no BBB por desespero: “Cogitei jogar tudo fora”


Elenco da última temporada do BBB. (Foto: reprodução)
Elenco da última temporada do BBB. (Foto: reprodução)

Nos últimos anos, o BBB surpreendeu o público ao permitir que metade do seu elenco fosse composto por pessoas que já são famosas, os chamados “camarotes”, mas ao mesmo tempo, a decisão dessas celebridades ao toparem participar do reality da Globo tornou-se um dilema.

Acontece que a exposição que o programa proporciona pode impulsionar e consolidar de vez a carreira dos participantes, mas algum deslize também pode arruinar tudo o que eles já haviam conquistado, com o chamado cancelamento na internet.

No BBB22, Maria poderia ter enfrentado esse dilema, mas acabou surpreendendo ao revelar que não pensou duas vezes antes de ingressar no reality, mas por um motivo específico: a falta de oportunidades na TV.

Maria participou do último BBB na Globo. (Foto: reprodução)
Maria participou do último BBB na Globo. (Foto: reprodução)

Atriz foi expulsa do BBB

Após deixar o BBB, a atriz e cantora fez um desabafo, no qual revelou que teve de lutar contra a depressão e que topou participar do programa por desespero. “Eu cogitei jogar tudo isso fora. Não estava passando em nenhum teste, não era chamada para quase nada, também não estava aparecendo mais publicidade para mim e eu não estava podendo cantar”, revelou.

“Eu não pensei duas vezes. Sei que foi desespero. Aquele lugar nos leva a extremos e muitos dos meus eu não conhecia”, completou a atriz, que em 2019 integrou o elenco da novela Amor de Mãe, interpretando a personagem Verena.

Vale lembrar que Maria ficou marcada no BBB22 por sua expulsão, após a direção do programa avaliar que ela havia agredido a colega Natália com um balde em uma dinâmica do reality. Na ocasião, no entanto, a famosa surpreendeu ao revelar para os seus seguidores que não sofreu tanto assim ao deixar o programa daquela forma, já que, logo depois, estava novamente em casa na companhia dos seus amigos.

Mesmo “cancelada” naquele momento, Maria recebeu a chance de protagonizar o filme Bandida, que retrata a história de uma ex-chefe do tráfico em uma comunidade do Rio de Janeiro.