Autor bateu de frente com a Globo por conta de O Rei do Gado e novela sofreu atraso


Patrícia Pillar em O Rei do Gado, em 1996 (Foto: Jorge Baumann/Globo)
Patrícia Pillar em O Rei do Gado, em 1996 (Foto: Jorge Baumann/Globo)

O autor bateu de frente com a Globo, mas foi vencedor na batalha

Atualmente exibida no Vale a Pena Ver de Novo, a novela O Rei do Gado teve sua estreia, de fato, no ano de 1996, porém o intuito era que a obra tivesse seu início em 1995. A Globo pretendia exibir a novela de Benedito Ruy Barbosa após o fim de A Próxima Vítima que estava previsto para ocorrer no segundo semestre de 1995.

+ Programa que marcou a carreira da Xuxa ganhará nova exibição na televisão

O problema que atrasou a obra está ligado à já citada novela de Silvio de Abreu. Os personagens italianos da trama do autor tão famoso pelos estilos policiais de seus produtos não satisfaziam o alto escalão da Globo, logo foi pedido a Barbosa que ele retirasse os personagens italianos de O Rei do Gado.

A confusão começou porque Benedito se recusou a retirar os personagens, visto que, de acordo com o autor, eles só estavam nos primeiros capítulos da trama e eram extremamente importantes para o vértice da história.

Na época, a emissora da capital fluminense pensou em colocar no ar uma adaptação do romance Mar Morto, de Jorge Amado. A rede, entretanto, cedeu à relutância de Benedito e os personagens foram mantidos, porém, para evitar uma sequência de italianos exibida nas telas da Globo, a opção foi adiar a estreia para 1996.

Outro problema era onde as cenas seriam filmadas. A emissora pretendia produzir a obra em suas instalações ou então em lugares que não fossem tão distantes quanto o Rio Araguaia.

Benedito Ruy Barbosa (Foto: Reprodução)
Benedito Ruy Barbosa (Foto: Reprodução)

Soluções encontradas

Em entrevista ao Jornal do Brasil, Benedito disse que não mudaria nada de sua história, devido ao trabalho de muito tempo que é escrever novela. A emissora decidiu que a substituta de A Próxima Vítima seria Explode Coração, de Gloria Perez. A obra foi a primeira a ser gravada no Projac que, atualmente, recebe o nome de Estúdios Globo.

Outro problema que atrasou a exibição da novela rural foi que Luiz Fernando Carvalho – que seria o diretor da trama – estava muito atarefado e, por isto, não se considerava apto à dirigi-la. No final, ele foi o diretor, dado o adiamento da obra.

O Rei do Gado não estava pronta para estrear depois de Explode Coração, portanto a Globo exibiu O Fim do Mundo que seria minissérie que passaria as 22h. Após a exibição da novela, O Rei do Gado estreou e foi muito bem-sucedida não só em sua exibição original, como em todas as suas reprises.

O ator Antônio Fagundes em O Rei do Gado (Foto: Reprodução/Globo)
O ator Antônio Fagundes em O Rei do Gado (Foto: Reprodução/Globo)
Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.