Autor de O Rei do Gado já quis bater em colega que assumiu o seu lugar em novela: “Vou dar porrada”


Benedito Ruy Barbosa é autor de O Rei do Gado. (Foto: Reprodução)
Benedito Ruy Barbosa é autor de O Rei do Gado. (Foto: Reprodução)

Benedito Ruy Barbosa volta a ter o seu nome em alta na Globo depois do sucesso do remake de Pantanal, o que fez a emissora decidir reprisar outra novela do autor: O Rei do Gado, que está de volta no Vale a Pena Ver de Novo.

Apesar do grande talento e experiência, tendo uma assinatura única em seus folhetins, Benedito é conhecido pelo seu gênio forte e teimosia nos bastidores, algo que já causou algumas confusões. Uma das mais marcantes ocorreu na época da novela Esperança (2002), uma das tramas mais problemáticas da história da Globo.

Acontece que o novelista vinha tendo problemas para entregar os capítulos de Esperança nos prazos estipulados pela emissora, fazendo com que os atores chegassem a fazer cenas que iam ao ar apenas dois dias depois de serem gravadas, enquanto o prazo mínimo na emissora era de cinco dias.

“É difícil, porque eu escrevo sozinho, mas estou conseguindo me adiantar outra vez. Eu achava que estava com 10 capítulos de frente e, de repente, descobri que estava atrasado, porque os capítulos vinham sendo reeditados e espichados todos os dias”, justificou o autor, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo na época.

Benedito Ruy Barbosa e Walcyr Carrasco. (Foto: Reprodução)
Benedito Ruy Barbosa e Walcyr Carrasco. (Foto: Reprodução)

Benedito Ruy Barbosa detonou Walcyr Carrasco

Depois de muitos ultimatos, a emissora decidiu afastar de vez o autor e escalar Walcyr Carrasco para assumir o texto de Esperança, a partir do capítulo 149. Na época, o novelista chegou a prometer publicamente que se manteria fiel ao que vinha sendo escrito por Benedito, mas não foi isso que ocorreu.

Veja também: Sem dinheiro e amigos, atriz de grande sucesso morreu apenas com filha ao lado

Carrasco alterou bastante a trama, chegando a inserir novos personagens e mudar a personalidade de outros. A novela até reagiu bem na audiência, deixando de se tornar a menor da história do horário, mas Benedito Ruy Barbosa demonstrou revolta e não se conformou com as mudanças do colega.

“Quando ele assumiu a novela, deixei de assistir. Se visse, queria bater nele. Na época, liguei para o Mário Lúcio Vaz [então diretor artístico da Globo] e disse: ‘Avisa o Walcyr que, quando eu encontrar com ele, eu vou dar porrada, entendeu?’. Ele simplesmente acabou com minha novela. Não terminou como eu queria. Depois, mandou uma carta pedindo desculpas. Coitado! No fim, tudo terminou bem”, disparou o autor ao livro A Seguir, Cenas do Próximo Capítulo, lançado em 2009.