Autor de Verdades Secretas virou pesadelo da Igreja Católica com novela religiosa na Globo


A Padroeira, novela da Globo
A Padroeira, novela da Globo (Foto: Globo)

Quem assistiu Verdades Secretas, especialmente a segunda parte, viu que Walcyr Carrasco ousou no roteiro e causou pelas cenas picantes de sexo, que repercutiram com o público da Globo.

Anos atrás, no entanto, o choque causado por Walcyr foi por conta de uma novela com tema religioso.

N0vela religiosa na Globo

A Padroeira, novela da Globo
A Padroeira, novela da Globo (Foto: Globo)

Em 2001, a TV Globo colocou no ar a novela A Padroeira, que fazia reverência a Nossa Senhora da Conceição Aparecida, mas acabou repercutindo negativamente com o público católico.

O autor desenvolveu a trama ao redor dos milagres atribuídos a Nossa Senhora Aparecida, de acordo com os registros da Igreja Católica. As questões, claro, foram acompanhadas atentamente pela Igreja Católica, que na época declarou apreensão pelos temas abordados.

Com o acompanhamento de historiadores, a TV Globo construiu 13 réplicas da imagem da santa, dez em gesso, três em resina. Além disso, a cidade cenográfica reproduzia locais históricos relacionados a Nossa Senhora Aparecida.

O desenvolvimento de A Padroeira foi feito em tempo recorde por Walcyr Carrasco. Após O Cravo e a Rosa, de 2000, o autor teve o tempo de exibição de Estrela-Guia para escrever a trama.

Ao longo da trama, o autor foi avaliando a recepção do público e trocou e adicionou personagens para complementar a história da novela da Globo.

Um dos capítulos mais especiais foi ao ar no dia 12 de outubro, dia da Padroeira do Brasil, com um milagre sendo retratado. Por intervenção da santa, a menina Marcelina (Renata Nascimento) voltou a enxergar.

Você se lembra de A Padroeira?

Quem é telespectador assíduo da TV Globo deve se lembrar da história religiosa de A Padroeira. Qual momento marcou na história para você, deixe aqui nos comentários!