Grande autor da Globo que já nos deixou nunca superou fracasso em novela: “Humilhação pública”


Autor da Globo (Foto: Reprodução/ Globo)
Autor da Globo reconheceu fracasso (Foto: Reprodução/ Globo

Novelista, dono de várias obras de sucesso da Globo, sofreu fracasso em novela que colaborou com fim de sua carreira brilhante

O autor Gilberto Braga morreu aos 75 anos após complicações de uma infecção sistêmica. Novelista aclamado por crítica e público, foi responsável por sucessos históricos na Globo como “Dancin’ Days” (1978), “Vale Tudo” (1988) e “Celebridade” (2003).

Contudo, além do estouros de audiência essas obras entraram para o hall das novelas mais importantes da nossa teledramaturgia. Dessa forma, os feitos de Gilberto não foram poucos e as homenagens que recebeu foram à altura de sua importância.

Atriz da Globo revelou como foi a cirurgia e suas sequelas (Foto Reprodução/Globo)
Atrizes da Globo e autor Gilberto Braga (Foto Reprodução/Globo)

O autor reconheceu erro

Mas o autor também acabou conhecedor de um fracasso em especial que marcou o fim de sua carreira, e pelo qual sentiu profunda mágoa da Globo pelas intervenções que acabaram feitas na novela “Babilônia” (2015).

Em suma, a novela estrelada por duas vilãs, interpretadas por Adriana Esteves e Glória Pires, estreou com grande expectativa.

E acabou lançada como uma aposta pelo aniversário de 50 anos, um marco importante para a emissora. Entretanto, o que era para ser uma grande comemoração terminou em crise nos bastidores.

Depois de encomendar as primeiras pesquisas de opinião, a emissora colocou em prática uma operação para salvar “Babilônia”.

De acordo com notícias da época, de veículos especializados em cobertura de televisão, cenas inteiras foram reeditadas, tramas foram cortadas e readaptadas.

Edgar Moura Brasil e Gilberto Braga eram casados (Foto: Reprodução)
Edgar Moura Brasil e Gilberto Braga eram casados (Foto: Reprodução)

A novela foi um fracasso

Nada funcionou e a novela teve o fim antecipado em mais de um mês. Gilberto Braga, que se manteve em silêncio em meio ao caos, falou publicamente pela primeira vez em uma entrevista para o jornal “O Globo”, em maio de 2015. Considerou a situação “catastrófica” e “calamitosa”.

Entretanto, João Ximenes declarou  que Gilberto não pode ser responsabilizado pelos erros que dominaram a novela da Globo.

“Sinto a urgência de pôr os pingos nos is: o fracasso artístico e de audiência de ‘Babilônia’ não pode ser atribuído a Gilberto e sim à intervenção mal-intencionada que destruiu completamente a espinha dorsal da novela”, disse.

Dessa forma, João Ximenes não deu nomes, mas o diretor de dramaturgia da Globo na época de “Babilônia” era Silvio de Abreu, que deixou a emissora em 2020.

Em uma entrevista  em 2015, Abreu disse que não existia crise na novela da Globo, mas reconheceu falhas. E deixou claro, nesta entrevista, que não mexeu na história criada por Gilberto Braga.

Gilberto Braga (Foto: Reprodução/ Globo)
Gilberto Braga (Foto: Reprodução/ Globo)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.