Bomba! Ex-diretor da Globo detonou Faustão e disse que ele saiu da Globo pela porta dos fundos


Domingão do Faustão na Globo. (Foto: reprodução)
Domingão do Faustão na Globo. (Foto: reprodução)

“Ele humilhou tanto ela, que um dia ela tomou remédio, foi dormir e não acordou mais”, recordou ex-diretor da Globo sobre Faustão

Alberto Luchetti Neto, diretor do Domingão do Faustão (1989-2021) entre 1998 e 2002, concedeu uma entrevista bombástica à revista Veja. À publicação, o profissional de 70 anos afirmou que o apresentador que saiu da Band recentemente praticava assédio moral contra os funcionários. Uma delas, inclusive, cometeu suicídio. O fato teria sido acobertado pela líder de audiência.

Segundo Luchetti, Faustão praticava assédio moral da seguinte forma: “Tinha costume de esculhambar a produção no ar e de pedir desculpa no particular. Criticava o trabalho em rede nacional. O que ele fazia com o Caçulinha era de chorar! Ele o humilhava, dizia que ele não sabia tocar (teclado), que era ultrapassado. Falou tanto que a Globo tirou ele”.

O programa do Faustão na Globo, o "Domingão" era quase uma tradição nos lares brasileiros (Foto Reprodução/Globo)
O programa do Faustão na Globo, o “Domingão” era quase uma tradição nos lares brasileiros (Foto Reprodução/Globo)

“Por exemplo, uma moça, de tão perseguida por ele, tomou remédio e cometeu suicídio. Foi uma desgraça que a Globo tentou esconder por todos os meios. Eu já estava fora. Ela estava tão desesperada, ele humilhou tanto ela, que um dia ela tomou remédio, foi dormir e não acordou mais.”

O que a Globo fez?

Ainda durante a entrevista, quando questionado sobre a fama de generoso de Faustão, Luchetti listou um suposto grave defeito: “Você está numa situação difícil, aí ele procura te ajudar… Só que depois pede para a assessoria divulgar que está te ajudando. Ele cansou de fazer isso com a Dercy Gonçalves”.

Apresentador Faustão (Foto: Reprodução. Band)
Apresentador Faustão (Foto: Reprodução. Band)

No fim dos anos 90, a Globo vivia um período de transformação. Em uma só tacada, contratou Ana Maria Braga, Luciano Huck, Serginho Groisman e Jô Soares (1938-2022). Todos eles estavam em ascensão nas suas respectivas emissoras. “A Globo, sem concorrente, voltou ao primeiro lugar”, recordou ele, que deu uma cutucada no atual comandante do Domingão.

“Luciano estreou no sábado e a Veja deu de capa que ele tinha ressuscitado um dinossauro chamado Raul Gil, que foi para primeiro lugar no sábado, porque o menino não tinha menor carisma. Cazé estreou num domingo e foi mandado embora no outro. E Serginho ficou um ano sem entrar no ar.” Disse o direto por fim.