Carlos Alberto de Nóbrega ficou chateado com Silvio Santos por bancar atriz no SBT: “Foi muito pior”


Carlos Alberto de Nóbrega e Silvio Santos. (Foto: reprodução)
Carlos Alberto de Nóbrega e Silvio Santos. (Foto: reprodução)

Uma das rixas mais famosas da TV e que parece não ter fim envolve Carlos Alberto de Nóbrega e Gorete Milagres, que fez sucesso interpretando a personagem Filó em A Praça é Nossa, no SBT.

Tudo começou em 1999, quando a atriz teve uma ascensão meteórica por conta da sua personagem no humorístico e despertou o interesse da Globo na sua contratação. Com uma oferta quase irrecusável, Gorete assinou contrato com a emissora carioca. Porém, Silvio Santos não se conformou em perder a sua nova estrela para a concorrente, e mesmo com ela já tendo firmado contrato, conseguiu convencê-la a voltar para o SBT, propondo um aumento de salário e até um programa solo para ela: o Ô… Coitado!.

A produção foi um enorme sucesso e passou a incomodar a própria Globo na audiência. A emissora carioca, no entanto, entrou na justiça cobrando uma multa elevada pela quebra de contrato de Gorete, mas estava disposta a abrir mão disso se a famosa ainda topasse a transferência. Sem saída, a atriz estava novamente de malas prontas para a Globo, mas Silvio Santos conseguiu convencê-la mais uma vez a ficar, prometendo pagar a multa e aumentar ainda mais o investimento nela.

Atriz Gorete Milagres. (Foto: reprodução)
Atriz Gorete Milagres. (Foto: reprodução)

Carlos Alberto de Nóbrega ficou chateado com Silvio Santos

Bancada por Silvio Santos, Gorete Milagres teve um suposto ataque de estrelismo no SBT e acabou arranjando intriga nos bastidores com diversas estrelas da emissora, como Hebe Camargo, Guto Franco, o diretor de Ô… Coitado, e Moacyr Franco. Os dois, inclusive, decidiram deixar o programa por problemas de relacionamento com a atriz.

Carlos Alberto de Nóbrega também ficou irado com o suposto comportamento da colega, que se recusava a retornar para A Praça é Nossa, que foi a atração que a revelou. Magoado, o veterano afirmou que ela nunca mais participaria do programa.

Em recente entrevista ao canal de Rafinha Bastos no YouTube, o apresentador confessou que ficou mais chateado com o próprio Silvio Santos por ter bancado a atriz nessa situação. “Eu fiquei mil vezes mais chateado com o Silvio do que com ela, porque se ela não tem a responsabilidade, a humildade, o Silvio tem. Então o Silvio deixar foi muito pior do que ela pedir”, declarou.

Com a saída de Moacyr Franco e de Guto Franco, o Ô… Coitado entrou em queda e ficou no ar por apenas mais alguns meses. Sem clima para fazer outros trabalhos no SBT por causa dos desafetos, a atriz ficou sem função na emissora e foi dispensada definitivamente em 2004.