Ramiro toma decisão sobre casamento gay com Kelvin e faz o garçom surtar em Terra e Paixão


Ramiro e Kelvin em Terra e Paixão. (Foto: reprodução, Globo)
Ramiro e Kelvin em Terra e Paixão. (Foto: reprodução, Globo)

Ramiro não aceita se casar com Kelvin em Terra e Paixão

Em Terra e Paixão, Ramiro (Amaury Lorenzo) inicialmente manifesta alegria diante da proposta de casamento com Kelvin (Diego Martins), mas logo rejeita a ideia, alegando que a união entre dois homens não é certa. O matador é tomado por um preconceito infundado, o que desencadeia a fúria de Kelvin, que confronta Ramiro, argumentando que a verdadeira erradia está na violência e na selvageria de Nova Primavera, não no amor entre eles.

Kelvin, desgostoso com a mentalidade retrógrada do jagunço, expressa sua exaustão em viver num ambiente tão caótico. Ele chega ao limite quando Ramiro, envolvido com o lado sombrio da cidade, lhe pede para cometer um assassinato. Diante desse pedido, Kelvin explode, confrontando Ramiro e expressando sua recusa em viver nesse contexto de violência, onde matar e encobrir crimes são a norma.

Desapontado e convicto de suas decisões, Kelvin declara seu amor a Ramiro, mas afirma que não está disposto a viver nessa realidade de perigos constantes. Ele expressa seu desejo de um relacionamento longe da violência de Nova Primavera e parte, mostrando sua firmeza em buscar uma vida distante desse ambiente hostil.

Ramiro em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)
Ramiro em Terra e Paixão. (Foto: reprodução, Globo)

Barreira no relacionamento

Esse confronto entre os dois personagens revela não apenas a dificuldade de aceitação do amor entre pessoas do mesmo sexo na cidade, mas também a busca de Kelvin por uma vida longe da brutalidade e da ameaça constante que caracterizam Nova Primavera.

Kelvin em Terra e Paixão. (Foto: reprodução, internet)
Kelvin em Terra e Paixão. (Foto: reprodução, internet)

Vale ressaltar que a novela Terra e Paixão é escrita por Walcyr Carrasco e tem direção artística de Luiz Henrique Rios. O elenco conta com nomes como os de Barbara Reis, Cauã Reymond, Glória Pires, Tony Ramos, Agatha Moreira, Paulo Lessa, Débora Ozório e Rainer Cadete.