Datena faz triste desabafo na Band e pede orações antes de cirurgias: “Complexas”


Datena no Brasil Urgente (Foto: Reprodução/Band)
Datena no Brasil Urgente (Foto: Reprodução/Band)

O Brasil Urgente ficará sendo comandado pelo filho de Datena, Joel, durante recuperação de Datena

Datena pediu para os telespectadores da Band rezarem por ele, para que suas duas cirurgias, previstas para a próxima quinta-feira (05) no Hospital Sírio Libanês, tenham sucesso. Num desabafo durante o Brasil Urgente no último sábado (30), o apresentador disse que confia nos médicos, mas acredita na força das orações. Ele também explicou que vai precisar se ausentar do programa por um tempo e que, em seu lugar, fica seu filho Joel Datena.

“Eu tenho impressão que Deus vai me ajudar muito. Mas mesmo com bons médicos, mesmo com um excelente hospital, eu gostaria que vocês orassem por mim e rezassem por mim, porque eu confio muito nos médicos, mas eu confio que Deus ilumina os médicos, entendeu? Então, são duas cirurgias meio que complexas, porque eu já tenho seis stents  no coração”, disse Datena.

Datena comanda o Brasil Urgente na Band
Datena comanda o Brasil Urgente na Band (Foto: Reprodução)

As duas cirurgias do líder de audiência da Band serão realizadas no Hospital Sírio Libanês e acompanhadas pelos médicos Kalil e Macedo. Ele confirmou que Joel Datena ficará no comando do Brasil Urgente enquanto ele estiver se recuperando. O apresentador não deu detalhes das operações.

Pediu demissão?

Em seguida, Datena completou: “Então espero que vocês orem por mim e que daí uns cinco, seis dias eu possa voltar a estar com vocês. E espero que um dia todo mundo tenha condição de fazer a mesma condição que eu tenho, que todo mundo tenha condição de fazer essas cirurgias, esses agendamentos pelo SUS, porque o SUS salvou muita gente durante a pandemia”.

Apresentador Datena. (Foto: reprodução)
Apresentador Datena. (Foto: reprodução)

Ele também falou sobre seu pedido de demissão da Rádio Bandeirantes que foi adiantada pelo site Notícias da TV. “Tive que me afastar para me concentrar mais no Brasil Urgente. São seis horas falando por dia. É muita dificuldade. Você não faz nem bem nenhum serviço e nem outro”.