Ele não aguentou! Datena rompeu com a Record e pagou caro por isso: “Censura”


Ao se livrar da Record, Datena saiu gerando uma dívida milionária
Ao se livrar da Record, Datena saiu gerando uma dívida milionária (Foto: Reprodução)

José Luiz Datena opta por sair da Record, mas a decisão vem acompanhada de um alto custo financeiro devido à quebra de contrato. Descubra os detalhes dessa movimentação audaciosa e suas consequências

José Luiz Datena, conhecido apresentador de televisão, teve um breve período de trabalho na Record TV no ano de 2011, que durou apenas 43 dias. Após esse curto intervalo, Datena decidiu retornar à Band, citando motivos que incluíam censura e descontentamento com a administração da Record.

+ Ficou desesperado! Ratinho liga para a Globo ao vivo e faz pedido inusitado à emissora concorrente

Datena explicou que, ao aceitar a proposta da Record, estava ciente de uma multa que devia à emissora, fruto de um contrato anterior. Segundo ele, a proposta incluía a anulação dessa multa caso ele permanecesse na Record pelo prazo de cinco anos, conforme o contrato. Contudo, sua saída prematura não apenas manteve a multa original, mas também acrescentou uma nova multa por não cumprir o novo contrato, elevando sua dívida para R$45 milhões.

+ Foi exposto! Funcionário do SBT quis tirar Silvio Santos do ar aos domingos

Apresentador detonou

O apresentador expressou frustração com a forma como a Record gerenciava seu trabalho. Ele relatou ter sofrido censura e restrições, como a proibição de fazer críticas à emissora no ar e limitações à sua liberdade de expressão. Datena mencionou exemplos específicos, como a interrupção de uma matéria ao vivo para evitar horas extras da equipe e as restrições impostas ao comandante Hamilton, que trabalhava com ele.

Datena no comando do Brasil Urgente
Datena no comando do Brasil Urgente (Foto: Reprodução/ Band)

“Só que hoje ele subiu e fica numa espécie de torre de marfim, mandando recados que pareciam censura. Me puseram de quarentena e me proibiram de falar com a imprensa por seis meses. Também me proibiram de fazer críticas à Record no ar. O diretor de jornalismo me ameaçou, mencionando o caso do Tom Cavalcante, que teve de pagar uma multa de R$ 100 mil por ter falado mal da emissora. Foi aí que pensei: ‘sobre quais assuntos posso falar?’. Quando meti o pau no Ricardo Teixeira [ex-presidente da CBF] ninguém falou nada, porque é do interesse deles”, contou ele.

+ Ficou falido? Galã da Globo choca ao fazer grande apelo por doações: ‘Qualquer real é bem-vindo’

“Chegaram a cortar matéria ao vivo para não pagar hora extra da equipe. Veja o caso do Hamilton [comandante]. Ele tinha liberdade total na Band, mas na Record cortaram o barato dele. ‘Não usa demais, senão banalisa o cara’, era o que me diziam”, disparou ainda Datena,

Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.