De volta à TV, atriz se revoltou com atitude de autora de Travessia e se rebelou em gravação

18/11/2022 às 20h00

Por: Renan Santos
Imagem PreCarregada
Glória Perez já teve conflito com atriz em novela. (Foto: reprodução)

Atualmente no ar com a novela Travessia, Glória Perez sempre foi bastante querida pelo público e respeitada na Globo, mas em 1987, a autora não vivia um bom momento e acabou fazendo o seu primeiro e único folhetim fora da emissora: Carmen, produzida pela extinta TV Manchete e protagonizada pela atriz Lucélia Santos.

E para um dos papéis principais da novela, a autora tinha o desejo de contar com Darlene Glória, que apesar de estar em alta no teatro e no cinema, decidiu dar uma pausa na carreira após se converter e se tornar evangélica, aceitando apenas papéis que pudessem abordar a sua transformação.

A atriz, então, foi convencida pela autora a participar do folhetim na pele de Verônica, uma cantora decadente e viciada, mas que no decorrer da trama, sofreria uma grande transformação, convertendo-se e adotando o seu nome de batismo, Ester. A personagem, aliás, atuaria como missionária, ajudando a protagonista da trama a se redimir dos erros que cometeu.

Atriz Darlene Glória. (Foto: Reprodução)
Atriz Darlene Glória. (Foto: Reprodução)

Autora não teria cumprido acordo com a atriz

Porém, ao topar interpretar a personagem, Darlene contou que foi acordado que a fase ruim da sua personagem duraria até a metade da novela, e logo depois, ela teria sua transformação, mas isso não ocorreu. “Ela me propôs a volta à carreira artística da qual me afastei há mais de 10 anos, prometendo que escreveria um papel no qual eu pudesse ajudar o ser humano. Seria a continuação do meu trabalho de pregação. Como eu confiava na Gloria, aceitei seu trato verbal: o de que Verônica teria 80 capítulos e já convertida em Ester teria outros 80, pois o total são 160 capítulos”, relatou a atriz em entrevista na época.

A demora para que Verônica se “transformasse” em Ester revoltou Darlene, que em determinada cena, chegou a se rebelar e não cumprir o que estava descrito no roteiro escrito por Glória Perez. Na cena, a sua personagem, que ainda estava no processo de transformação, cairia em tentação diante de uma garrafa de uísque. A atriz não seguiu a orientação, quebrando copos, e começou a ler um salmo que “livrou” a sua personagem daquela situação. Isso, no entanto, irritou a direção do folhetim, que considerou o “improviso” da estrela algo “inverossímil”.

Veja também

Apesar do atraso, a sua personagem acabou se convertendo na trama, e por fim, Darlene se acertou com a autora. As duas, inclusive, chegaram a repetir a parceria em 1990, quando a atriz aceitou o convite de Glória para fazer a novela Araponga, na Globo.

Autor(a):

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.