Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, expõe namoro aos 76 anos


Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo no Domingão com Huck (Foto: Reprodução, Globo)
Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo no Domingão com Huck (Foto: Reprodução, Globo)

Déa Lúcia revela que está namorando no palco do “Domingão com Huck” e explica motivo de ter guardado segredo

A querida Déa Lúcia, mãe do saudoso Paulo Gustavo, acabou pegando o Brasil e Luciano Huck de surpresa, neste último final de semana, 22 de outubro, ao revelar no ‘Domingão’, que está namorando nada mais e nada menos do que um senhor gatão, aos 76 anos de idade.

Dessa forma, a situação veio à tona, enquanto Déa Lúcia conversava com Juliette Freire, convidada do programa, sobre os amores da vida. “Tem que namorar direito. Eu tenho um namorado lindo, garota. Um coroa maravilhoso“, revelou ela no palco do dominical. No entanto, a informação deixou Luciano Huck boquiaberto com o assunto, que rapidamente perguntou a razão pela qual não falou nada para ele.

Déa Lúcia com Romulo Estrela no Domingão
Déa Lúcia com Romulo Estrela (Foto: Reprodução

Não te contei, porque você gosta de fofoca, mas eu tenho um namorado maravilhoso, gostosérrimo. Namoro, beijo na boca“, detalhou Déa, deixando claro que não existe idade para ser feliz e namorar.

Em maio deste ano, Déa Lúcia abriu o coração para expressar a sua dor pela saudade do seu saudoso filho, Paulo Gustavo. “Quando as pessoas me falam que eu tenho força, respondo que não tenho força. Eu tenho fé. A fé é que me ajuda a ficar em pé e no meu trabalho. O meu trabalho não é só no Luciano [Huck, no Domingão com Huck]. Mas o trabalho em casa, o fato de eu ir no mercado. Sou a gestora da minha família, vejo meus netos. Eu sofro, estou aqui falando e rindo, mas sofro“, disse ela durante sua participação no ‘Quem Pode, Pod’, apresentado por Fernanda Paes Lemes e Giovanna Ewbank no YouTube.

Dea Lucia chora no Domingão com Huck (Foto: Reprodução/Globo)
Dea Lucia chora no Domingão com Huck (Foto: Reprodução/Globo)

O triste relato sobre Paulo Gustavo

À época, Déa ainda frisou: “Quem disse que a lei natural é o mais velho morrer? Não tem isso, não está escrito isso. É difícil. A maior perda é de uma mãe perder um filho. Mas quem disse que eu teria que ir na frente? Eu gostaria. Se perguntassem para mim: ‘ele ou a senhora?’. Eu, com certeza. Até porque, ele tinha uma alegria de viver. Outro dia eu ouvi uma frase assim: ‘você serviu de escada para o Paulo Gustavo e agora ele serve de escada para você’.