Decisão tomada pela Globo sobre novela com Daniella Perez indignou ator veterano: ” Essa novela encerrou, acabou'”


Tarcísio Meira (Foto/Reprodução/ Globo)
Tarcísio Meira (Foto - Reprodução)

Decisão da Globo em continuar com as gravações da novela De Corpo e Alma, após  tragédia com protagonista, deixou na época elenco e equipe indignados.

Em síntese, um crime chocou o Brasil em dezembro de 1992. Daniella Perez, filha da autora Gloria Perez, foi friamente assassinada pelo até então ator Guilherme de Pádua, seu colega de elenco na novela De Corpo e Alma, com a participação da esposa, naquela época Paula Nogueira Thomaz.

Dessa forma o crime chocou a população e se tornou notícia dentro e fora do Brasil. Contudo, nos bastidores da novela que ainda estava sendo gravada, uma decisão da Globo contrariou muita gente, como Tarcísio Meira. A equipe embora abalados, tiveram de seguir com os trabalhos, até mesmo a autora, mãe de Daniella.

Assim, Daniella morreu aos 22 anos, no ápice do sucesso, com várias punhaladas desferidas por Guilherme e Paula. O casal foi preso e condenado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima.

Daniella Perez e Glória Perez (Foto: Reprodução)
Daniella Perez e Glória Perez (Foto: Reprodução)

Para tal em meio à consternação, membros do elenco e da equipe solicitaram a paralisação dos trabalhos, alegando falta de condições físicas e psicológicas para tal. Isso, porém, não  aconteceu.

Dessa forma a jornalista Carla Albuquerque, ex- funcionária da Globo que trabalho na produção da obra marcada pela tragédia narrou que Tarcísio Meira reagiu indignado à decisão de continuar com as gravações do folhetim.

Após assassinato de Daniella Perez, equipe pedia paralisação das gravações

“Nunca vou esquecer, teve um evento com o próprio Tarcísio Meira, ele muito irritado. Ele era muito sério, era um ator muito interessante, correto, nunca reclamava. Um dia, ele falou: ‘Não entendo como ainda estamos aqui gravando essa novela’Quando vem de um ator mais velho é uma coisa que faz até a gente acordar. Mas não tínhamos escolhas, tivemos que continuar” contou Carla.

“A TV Globo podia falar: ‘Essa novela encerrou, acabou’. A gente entende que é uma empresa, que tem muitas questões, funcionários, pagar salários e fornecedores, mas uma tragédia aconteceu ali” continuou a jornalista.

Contudo, Gloria Perez levou apenas uma semana para retomar os trabalhos da novela após o assassinato da filha. De Corpo e Alma chegou ao fim em março de 1993, com 185 capítulos e quase 53 pontos de média geral de audiência. O folhetim nunca mais foi exibido no Brasil.

Guilherde de Pádua Daniella Perez (Foto : Reprodução)

Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.