Demitido, Autor de sucessos processa a Globo, mas toma a pior vingança: “3 milhões”


Globo (Foto: Reprodução)

Autor que fez muito sucesso na Globo, tomou um chute e tentou revidar

Após sair da Globo depois de escrever algumas obras de sucesso, um autor está processando a emissora por direitos trabalhistas. Até o momento a Globo saiu na frente. Euclydes Marinho chegou a emissora no ano de 1978 com ajuda de Daniel Filho desde então fez novelas, séries e minisséries.

Para você ter uma ideia Euclydes começou com Malu Mulher de 1979, Brilhante de 1981, Mico Preto de 1990 e entre outros. No ano de 1994, o autor saiu da Globo para fazer novos projetos como por exemplo, Confissões de Adolescente. Mas, após cinco anos Marinho retornou a emissora e fez obras como Andando nas Nuvens, alguns episódios de A Diarista (2004), Capitu (2009), O Brado Retumbante (2012), Felizes Para Sempre? (2015) e mais.

41 ANOS

Ao todo o vínculo entre Euclydes e a Globo durou quatro décadas, mas segundo o site Notícias da TV não terminou muito bem. Depois que o autor saiu da emissora, ele foi à Justiça para processar a Globo. A alegação foi que não houve uma série de pagamentos como férias e adicionais.

+ Silvio Santos mandou perseguir diretor e descobriu que estava sendo enganado no SBT

Uma reclamação de Euclydes é que ele começou trabalhando na Globo como CLT, mas após sua saída, ele retornou sendo obrigado a ser PJ. Ou seja, uma pessoa jurídica o autor teve que criar uma empresa em seu nome.

+ Inveja? Atriz se revoltou e debochou por influenciadora ter chance de ganhar papel de destaque em novela

De qualquer forma, o autor saiu perdendo no processo que está avaliado em 3,5 milhões já que a Globo alegou que ele teve benefícios usando o nome da empresa.

Autor Euclydes Marinho (Foto: Reprodução)