Descubra por que Pantanal foi rejeitada pela Globo há 32 anos e fez a emissora se arrepender amargamente


Pantanal foi exibida pela TV Manchete antes de ganhar remake na Globo. (Foto: Reprodução)
Pantanal foi exibida pela TV Manchete antes de ganhar remake na Globo. (Foto: Reprodução)

Em outubro, a Globo encerrou a exibição do remake de Pantanal. A novela conseguiu boa audiência e repercussão, mas também fez a emissora carioca se redimir um pouco do grande erro que cometeu ao rejeitar o projeto 32 anos atrás.

Pantanal foi exibida originalmente pela extinta TV Manchete, em 1990, e foi um sucesso absoluto, chegando a entrar para a história como uma das poucas produções que conseguiram derrotar a Globo em pleno horário nobre. O que muitos não sabem é que antes de ser produzido pela Manchete, o folhetim foi oferecido à própria emissora carioca, que o rejeitou.

A Globo chegou a subestimar o potencial e até mesmo o sucesso de Pantanal em sua reta inicial. “Ela não é um sucesso absoluto coisa nenhuma, pois para conseguir sucesso real seria preciso colocar no ar uma novela no mesmo horário das da Globo e vencê-las”, chegou a declarar na época o fundador da Globo, Roberto Marinho.

Globo se arrependeu de ter rejeitado Pantanal

Com o tempo, no entanto, Pantanal se consolidou como um dos grandes sucessos da TV brasileira, e fez a Globo se arrepender amargamente de ter recusado o projeto. Na época, o autor Benedito Ruy Barbosa levou a sinopse do folhetim ao canal, mas contou que os diretores afirmaram que “nem iam ler”, e logo depois apresentou a trama à Manchete, que investiu na sua produção.

Em recente entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, admitiu que “foi um erro” não aprovar o projeto, mas culpa o diretor Herval Rossano por isso. “Chamei o Daniel Filho, que era responsável pelas novelas, e ele mandou o Herval ao Pantanal. Herval disse que era época de cheias. Fizemos outras tentativas depois, mas ele mantinha a informação de que a produção teria um custo inestimável. Ele apresentou um orçamento inviável, e as gravações demandariam uma semana de produção para cada capítulo em uma época em que a gente conseguia gravar três capítulos no mesmo tempo”, explicou.

Benedito ainda revelou que Boni até chegou a oferecer o horário nobre para que ele escrevesse outro tipo de novela, mas o autor insistiu em Pantanal e pediu liberação para tocar o projeto na Manchete. “Duvidei que ele fosse embora”, admitiu Boni.