Diabo na Globo: Além de Pantanal, confira outras novelas que tiveram o Cramulhão na trama


O Cramulhão em Pantanal na Globo
O Cramulhão em Pantanal na Globo (Foto: Globo)

Em Pantanal, um personagem incomum fez sucesso entre o público da Globo, o Cramulhão. Como uma encarnação do diabo, o personagem Trindade era possuído e passava mensagens.

Mas essa não foi a primeira vez que o diabo é retratado em novelas da Globo. O autor de Pantanal, Benedito Ruy Barbosa já inseriu em outros de seus trabalhos.

Diabo na Globo

Em Pantanal, Trindade era possuído pelo Cramulhão e previa situações dos outros personagens, passando recados através do peão.

Dessa forma, em suas novelas, o autor Benedito Ruy Barbosa usou a figura do diabo como personagem. Em Paraíso, de 1982, o personagem Eleutério guardava uma relíquia incomum: uma garrafa com o diabo dentro.

Na novela da Globo, outros personagens acreditavam que o item dava poderes ao coronel. Ainda na trama, com a morte da esposa do personagem, a população atribuiu a morte dela ao diabo, acrescento que ele era o pai da criança.

Já em Renascer, a história é similar a de Paraíso. O diabo também estava preso em uma garrafa e era de posse do personagem principal: José Inocêncio.

O objeto, no entanto, era invejado por outros personagens. Tião Galinha era obcecado com a garrafa com diabo dentro e queria ter a sua própria, a fim de conquistar riqueza similar ao coronel.

Renascer também trazia o diabo na trama
Renascer também trazia o diabo na trama (Foto: Globo)

Você se lembra de alguma dessas novelas da Globo?

Quem é telespectador assíduo da TV Globo deve se lembrar pelo menos de uma dessas novelas. O que você acha da representação do diabo na teledramaturgia? Deixe aqui nos comentários!