Doença incurável afastou atriz da televisão: “Não vou deixar de viver”


Franciely Freduzeski (Foto: Reprodução)
Franciely Freduzeski (Foto: Reprodução)

Conhecida por seu trabalho na atração Zorra Total e por ter atuado nas novelas O Clone e América, Franciely Freduzeski está afastada da telinha desde que foi diagnosticada com síndrome incurável.

Antemão, Franciely Freduzesky apesar de se submeter aos tratamentos, a atriz revelou que chegou a pensar em tirar a própria vida por causa da doença. Nascida em Laranjeiras do Sul (PR), em 2 de outubro de 1978, Franciely  estreou como atriz na Globo no programa A Turma do Didi, em 1999.

Contudo, nos anos seguinte Franciely Freduzeski atuou também em novelas, como O Clone (2001) e América (2005). Foi uma das protagonistas da versão brasileira da série Donas de Casa Desesperadas, exibida pela Rede TV em 2007.

Depois, entrou para equipe da Tv Record, onde integrou o elenco do reality A Fazenda, em 2009, e também participou das tramas Bela, a Feia (2009) e Milagres de Jesus (2014).

Franciely Freduzeski (Foto: Reprodução)
Franciely Freduzeski (Foto: Reprodução)

Assim, quando finalizou sua participação na atração, Franciely Freduzeski, que sempre levou uma vida saudável e ativa, começou a sentir muitas dores por todo o corpo. Após se consultar com especialista, a atriz viu sua vida mudar ao descobrir a doença e ser diagnosticada com fibromialgia, uma síndrome que pode provocar, além das dores, fadiga, alterações do sono, distúrbios intestinais, depressão e ansiedade.

Contudo, por ter feito várias alterações em sua rotina e levar uma vida limitada por conta da doença, Franciely entrou em depressão profunda e chegou a pensar na possibilidade de tirar a própria vida.

Franciely Freduzeski pensou em tirar a propria vida

Pensei em suicídio muitas vezes. Não aceitava como eu estava. Sempre fui extremamente saudável, ativa. Do nada, me vi doente. Corria na areia, eu era rata de academia, depois não conseguia passear com meus cachorros. Me sentia muito culpada, inútil, um peso na vida das pessoas“, desabafou Franciely em entrevista à revista Quem, em julho deste ano.

“Quem tem fibromialgia tem depressão. Não tem como estar feliz sentindo dor 24 horas. Sua vida vai mudando. Você se vê limitada. Você não faz nada do que você fazia antes: não trabalha, não namora, não se diverte. Às vezes, fico tão mal que fico sem andar por 3 dias. Não consigo dançar a noite inteira, ir até o chão. Não posso nem usar mais salto. Quando você fica reclusa, a cabeça vai pirando”, contou a artista.

Entretanto, aos 43 anos, Franciely Freduzeski afirma que se sente aliviada em saber que para a síndrome que possui existe um tratamento. Para amenizar as dores, ela vem praticando pilates exercícios físicos e caminhadas diárias, além de tomar vários medicamentos.

Existem remédios que controlam a dor, mas não resolvem. Os remédios incluem antidepressivos, opioides, morfina. Preciso usar medicamentos com morfina senão não ando. Minha esperança é que eu controle melhor. Não sei se vou ver a cura da fibromialgia, mas não vou deixar de viver“, concluiu a atriz Franciely.

Franciely Freduzeski (Foto: Reprodução)
Franciely Freduzeski (Foto: Reprodução)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.