Participante do Domingo Legal cai no choro ao fazer revelação: “Cheguei algemada”


Figura importante para a história do Domingo Legal prestou seu depoimento e chegou a cair no choro ao relembrar fato

O programa Domingo Legal está completando 30 anos de existência e tem agora um quadro, O Domingo que mudou minha Vida, que trás pessoas importantes que participaram dessa história. Silvana Kieling foi uma das pessoas convidadas a relembrar o programa dominical do SBT.

“Foram 35 anos de estrada, de rua. Desde 1996 eu fiquei no Domingo Legal fixa. Era o domingo inteiro subindo e descendo de helicóptero”, contou a repórter para o especial que ainda relembrou Silvana com grandes estrelas internacionais como: Ricky Martin, Alejandro Sanz e até Thalia.

Mas, nem só de alegria e boa nostalgia viveu Silvana Kieling no Domingo Legal, ao relembrar o quatro Sentindo na Pele a repórter chegou até a se emocionar no primeiro caso e chorar no segundo.

“Era muito forte. Fiz um que eu era catadora de laranja em Aracaju. Eu entrei dentro de um ônibus e me infiltrei lá. Estava com aquela roupa mais simples, de boné. Foi uma experiência incrível”, disse.

Silvana Kieling
Silvana Kieling relembra o Sentindo na Pele (Foto: Reprodução)

“O que me marcou muito foi quando eu fiquei 24 horas presa num presídio feminino em Goiás. Não esqueço até hoje. Ninguém sabia que eu era a Silvana Kieling jornalista. A única que sabia era a diretora do presídio… Eu cheguei algemada, entrei… Aí já começa o barulho abrindo aquelas portas”, relembrou.

“Tive que fazer a revista, fiquei nua, tive que agachar, tive que botar o dedão lá. Não tinha vaso sanitário, era um buraco no chão. Tanto que evitei muito comer e beber para não ter que usar. Quem disse que eu dormi… “Fiquei 24 horas, mas eu sai de lá uma velha”.

Silvana Kieling chora em especial do Domingo Legal (Foto: Reprodução/SBT)