Dora ressurge após sua morte e tem encontro sobrenatural com Fábio em Vai na Fé


Dora e Fábio em Vai na Fé. (Foto: reprodução)
Dora e Fábio em Vai na Fé. (Foto: reprodução)

Fábio reencontra Dora após sua morte

Nos próximos capítulos de Vai na Fé, Fábio (Zé Carlos Machado) passará por uma experiência sobrenatural após a triste morte de Dora (Claudia Ohana). Após a partida de sua companheira, o hippie se encontrará em um estado de reclusão, imerso em sua solidão, quando algo inesperado acontece: ele tem um encontro sobrenatural com a mulher.

Jade (Eloise Yamashita) estará preocupada com o chefe e o convidará para um aniversário, na tentativa de distraí-lo. No entanto, Fábio recusa o convite, afirmando que está repleto de lembranças e não se sente sozinho. Jade deixa o local, e é nesse momento que Fábio decide acender a lareira.

De forma surpreendente, enquanto prepara a lareira, Fábio olha para o lado e vê Dora sentada em sua cadeira favorita. Ele se surpreende e comenta com ela sobre Jade pensar que ele está sozinho. Dora responde que, apesar de estar ali com ele, ela é apenas uma lembrança, e que existe uma vida inteira esperando por ele lá fora.

(Foto: reprodução)
(Foto: reprodução)

Fábio tem encontro emocionante com a mulher

Fábio se questiona se o fato de estar vendo Dora se deve a alguma culpa sua, mas ela nega essa possibilidade. Ela explica que aquilo é a memória do amor que eles compartilharam, destacando que nem sempre tudo foi perfeito, mas os momentos bons e ruins fizeram parte da história deles.

A partir desse encontro sobrenatural, Fábio será levado a refletir sobre sua vida, sobre o amor que viveu com Dora e sobre como seguir em frente após sua partida. Essa experiência pode trazer à tona uma série de emoções e dilemas internos para o hippie.

Vale ressaltar que Vai na Fé é escrita por Rosane Svartman e tem direção artística de Paulo Silvestrini. O elenco conta com nomes como os de Sheron Menezzes, Samuel de Assis, Emilio Dantas, Carolina Dieckmann, José Loreto, Regiane Alves, Bella Campos e Clara Moneke.