Em 2002, novela da Globo amargou na audiência e autor detestou a história


Desejos de Mulher, novela da Globo
Desejos de Mulher, novela da Globo (Foto: Reprodução)

As novelas das sete no início dos anos 2000 na TV Globo não foram as melhores de repercussão com o público. Após problemas com As Filhas da Mãe, tirada do ar meses antes do previsto, a emissora correu para colocar uma história para recuperar.

No horário entrou Desejos de Mulher, de Euclydes Marinho. A trama, no entanto, fracassou mesmo tendo nomes de peso no elenco.

Desejos de Mulher na Globo

No elenco principal estavam Regina Duarte e Glória Pires, estrelas de Vale Tudo, em 1988. Dessa vez, ao invés de mãe e filha, elas foram irmãs que viviam às turras desde a adolescência.

A audiência, no entanto, não correspondeu e a novela da Globo começou pior que a antecessora: o primeiro capítulo registrou 29 pontos, longe da meta de 35.

Com um noticiário concorrido por notícias policiais na estreia, a Globo exibiu um compacto do primeiro capítulo no segundo dia. Mas isso não adiantou, o telespectador não correspondeu.

Dessa forma, o autor foi obrigado a fazer alterações em sua história, colocando mais cenas de humor e até sequências policiais.

História da novela

A história de Desejos de Mulher se desenrola através de Andréa Vargas, uma estilista de renome internacional que tem a vida despedaçada quando sua irmã, Júlia, revela que ela não é filha biológica de Atílio e Mercedes no dia que ia receber o maior prêmio de sua carreira.

A novela da Globo continua acompanhando Júlia, que guarda uma grande mágoa da irmã, uma vez que na juventude elas se apaixonaram pelo mesmo rapaz, Diogo, que acabou namorando Andrea e, magoado por ela, desapareceu.

Desejos de Mulher, novela da Globo
Desejos de Mulher, novela da Globo (Foto: Globo)

Você lembra de Desejos de Mulher na Globo? O que achou da história? Deixe aqui nos comentários!