Ao lutar contra Aids, artista da Globo não conseguiu completar sua última novela


Cláudia Magno foi estrela da Globo (Foto: Divulgação/Globo)
Cláudia Magno foi estrela da Globo (Foto: Divulgação/Globo)

Ao lutar contra Aids, artista da Globo não completou sua última novela

Cláudia Magno, famosa atriz dos anos 80, já faleceu há algum tempo. Ela nasceu em Itaperuna (RJ) em 10 de fevereiro de 1958. A artista alcançou o sucesso em 1982 com o filme Menino do Rio.

Em seguida, integrou o elenco da Globo na novela Final Feliz (1982). Posteriormente, esteve em Champagne (1983).

Depois de atuar em Viver a Vida (1984) e Tudo em Cima (1985) na Manchete, a atriz voltou à Globo para integrar o elenco de Um Sonho a Mais (1985) e Roda de Fogo (1986) como Vera, Fera Radical (1988), fazendo Vicki, Bebê a Bordo (1989), Tieta (1989), com Silvana.

Nos anos 90, houve poucas novelas: Meu Bem, Meu Mal (1990), O Dono do Mundo (1991), Felicidade (1992), Sonho Meu (1993). No folhetim, ela interpretou Josephine, uma enfermeira da clínica de Fontana (Flavio Galvão) que se envolveu com o rebelde Geraldo (José de Abreu).

Contudo, nunca concluiu a sua última obra, Sonho Meu. Portadora do vírus HIV, ela deixou a novela quando seu estado de saúde piorou. Ademais, a artista ensaiava o musical com Jonas Bloch.

Cláudia Magno com Daniella Perez em “O Dono do Mundo”(Foto: Divulgação/Globo)
Cláudia Magno com Daniella Perez em “O Dono do Mundo”(Foto: Divulgação/Globo)

Saída de novela

Em 7 de dezembro de 1993, ela foi internada na Clínica São Vicente com sintomas de pneumonia dupla, que evoluiu para uma infecção respiratória e depois para uma infecção generalizada.

Cláudia Magno morreu em 5 de janeiro de 1994, aos 35 anos. O seu sepultamento foi no Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro. No primeiro momento, a família omitiu que a atriz tivesse AIDS.

“Não é verdade. Cláudia morreu em consequência de uma pneumonia tardiamente diagnosticada”, declarou seu irmão Ricardo Magno ao Jornal do Brasil em 6 de janeiro de 1994.

Na mesma matéria, ele explicou que a artista teve os primeiros sintomas em novembro, enquanto filmava uma novela.

“Na época, ela estava trabalhando muito e pensou que fosse consequência da debilitação física. Cláudia sempre se preocupou com o corpo, malhava muito. Três semanas depois, os sintomas se agravaram e recorremos a um pneumologista, que constatou a pneumonia dupla e aconselhou a internação imediata”, acrescentou.

Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.