Estrela da Globo se revoltou e pediu demissão após convite para interpretar uma mulher feia: “Não faço mais”


Ingrid Guimarães (à esq.) em Novo Mundo. (Foto: reprodução/Globo)
Ingrid Guimarães (à esq.) em Novo Mundo. (Foto: reprodução/Globo)

Ingrid Guimarães recusou interpretar mulher feia na Globo

Ingrid Guimarães passou por uma grande transformação na Globo, e depois de muito tempo ganhando destaque apenas na comédia, seja no cinema ou em séries da emissora, ela ganhou a oportunidade de voltar a atuar em uma novela e com papéis mais dramáticos.

Em 2017, a atriz integrou o elenco de Novo Mundo, novela de época exibida na faixa das 18h, onde deu vida à Elvira, uma personagem que até tinha um lado cômico, mas também camadas mais dramáticas.

O detalhe desse papel é que se tratava de uma personagem descuidada, mas que Ingrid abraçou e foi muito elogiada por isso. No ano passado, ela chegou a reviver Elvira em Nos Tempos do Imperador, uma espécie de continuação de Novo Mundo.

Toda essa história chama a atenção porque no início da sua carreira na Globo, Ingrid Guimarães chegou a recusar um papel semelhante e pediu dispensa da emissora carioca justamente por isso, em uma atitude para lá de corajosa.

Ingrid Guimarães em cena de Novo Mundo. (Foto: reprodução/Montagem)
Ingrid Guimarães em cena de Novo Mundo. (Foto: reprodução/Montagem)

Atriz recusou papel na emissora

Em uma recente entrevista ao programa Dani-se, do canal pago GNT, a famosa contou que recebeu um convite para gravar uma esquete ao lado de Renato Aragão e ficou muito empolgada com isso, mas ao descobrir que interpretaria uma mulher feia, ela decidiu recusar.

“A minha maior rebeldia foi quando Renato Aragão, nosso querido muso, fazia um programa na Globo e me chamou. ‘Vou trabalhar com Didi, êba! Renato Aragão!’. Chegou o texto. Era o Didi Mocó, estava dormindo. Sonhava e tinha um balãozinho de pensamento. O Didi estava sonhando com a Daniele Winits na praia, gostosa. De repente chegava eu fazendo alguma coisa e o Didi saía correndo do sonho”, relatou.

A estrela da Globo contou que o ocorrido se tornou algo decisivo para ela repensar a sua carreira. “Foi decisivo. Eu parei e falei: ‘Não faço mais (papel de feia). Lembro que liguei para os produtores de elenco e saí. Falei: ‘Vou fazer teatro’. Botei na cabeça que não era uma atriz de televisão e aí fui fazer (a peça) Cócegas. E não tinha dinheiro para poder falar isso, não, mas eu falei. Acho que essa foi minha grande rebeldia”, contou.