Estrela de Elas por Elas recusou tratamento e morreu meses após descobrir que estava com Aids


Cena de Elas por Elas. (Foto: reprodução, Globo)
Cena de Elas por Elas. (Foto: reprodução, Globo)

Sandra Breá foi uma das estrelas da primeira versão de Elas por Elas

Sandra Bréa, renomada atriz e uma das estrelas da primeira versão de Elas por Elas, deixou um legado inesquecível nas telas, mas sua vida foi marcada por tragédias pessoais e uma corajosa luta contra a Aids. Nascida em 11 de maio de 1952, no Rio de Janeiro, Sandra iniciou sua carreira aos 13 anos como modelo, logo ingressando no teatro de revista, destacando-se na peça “Poeira de Ipanema”.

Ao longo dos anos 1970 e 1980, Sandra Bréa conquistou a audiência com participações em sucessos como “Os Ossos do Barão” (1973), “Corrida do Ouro” (1974), “Escalada” (1975), “O Pulo do Gato” (1978) e “Memórias de Amor” (1979). Em 1976, protagonizou o programa “Sandra & Miele” ao lado de Luis Carlos Miele.

Na década de 1980, destacou-se como Vanda em “Elas por Elas” (1982) e Jacqueline na primeira versão de “Ti-Ti-Ti” (1985). Outras produções incluíram “Sabor de Mel” (1983), “Hipertensão” (1986), “Bambolê” (1987), “Pacto de Sangue” (1989) e “Gente Fina” (1990), além do humorístico “Viva o Gordo” entre 1981 e 1987. Sua última novela como atriz foi “Felicidade” (1991), interpretando Rosita.

Elenco de Elas por Elas. (Foto: reprodução, Globo)
Elenco de Elas por Elas. (Foto: reprodução, Globo)

Atriz descobriu que estava com Aids

Em 1993, Sandra Bréa chocou o Brasil ao revelar publicamente que contraiu o vírus HIV em uma transfusão de sangue após um acidente automobilístico. Defendendo a causa e enfrentando a discriminação, Sandra tornou-se um símbolo de coragem e esperança. Mesmo com a saúde debilitada, ela retornou à mídia em 1997 com uma participação especial em “Zazá”, compartilhando seu testemunho como soropositiva.

Sandra Breá. (Foto: reprodução, internet)
Sandra Breá. (Foto: reprodução, internet)

Em 1999, recebeu um diagnóstico devastador de um tumor maligno no pulmão em estágio avançado. Recusando tratamentos agressivos, Sandra Bréa enfrentou seus últimos meses com coragem. Em abril de 2000, aos 47 anos, a atriz faleceu em sua casa, em Jacarepaguá, deixando um legado de talento, coragem e resistência.