Estrela de “O Rei do Gado”, frustrada, peitou a Globo e pediu para deixar a trama: “Fiquei jogada”


Silvia Pfeifer foi estrela de O Rei do Gado. (Foto: reprodução)
A atriz foi estrela de O Rei do Gado (Foto: Reprodução, Montagem, fatos da TV)

Estrela de O Rei do Gado se sentiu desprestigiada em novela

Para um ator ou atriz, fazer um personagem de sucesso é um presente dos céus. Porém, nem sempre é possível dar destaque a todos os personagens e um ou outro acaba ficando apagado.

Uma das estrelas de O Rei do Gado passou por uma situação dessas, mas não foi na trama escrita por Benedito Ruy Barbosa

Afinal, em O Rei do Gado, Silvia Pfeifer, teve grande destaque ao interpretar a grā-fina Léia, esposa de Bruno Mezenga (Antonio Fagundes), o protagonista da novela das nove da Globo exibida originalmente em 1996.

Um ano antes de fazer parte do elenco de O Rei do Gado, que atualmente está sendo reprisada no Vale a Pena Ver de Novo, Silvia Pfeifer pediu para deixar o elenco de outra produção.

A estrela de O Rei do Gado se sentiu mal aproveitada na primeira temporada de Malhação. A atriz vinha de um grande sucesso que foi Tropicaliente (1994) e foi escalada para ser a dona da academia do seriado adolescente, interpretando Paula.

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, de 26 de novembro de 1995, Silvia Pfeifer pediu para sair da novela da Globo por se sentir mal aproveitada.

“Entrei para o programa porque recebi o convite do Roberto Talma. Gosto muito de trabalhar com ele, é um tremendo diretor. Nem precisaria ter aceito porque havia acabado de gravar Tropicaliente dois meses antes”, contou.

Silvia Pfeifer deu vida à personagem Léia em O Rei do Gado. (Foto: reprodução/Globo)
Silvia Pfeifer deu vida à personagem Léia em O Rei do Gado. (Foto: reprodução/Globo)

A artista desistiu da trama

“Mas topei porque achei a proposta diferente e porque os diretores seria o Talma e o Flávio Colatrello. Aí, em pouco tempo, os dois se afastaram da Globo. Os meninos que estão na direção são ótimos, mas a saída dos dois me deixou frustrada”, desabafou.

Indagada pela reportagem se a intérprete de Léia de O Rei do Gado se sentia mais segura com os diretores veteranos, a atriz foi categórica e pontuou que sim, pela experiência deles, mas confessou que também estava cansada por emendar dois trabalhos.

“Eles têm mais experiência e, isso é importante para o ator aprender. Além disso, estou cansada porque emendei a novela com o seriado. Quero férias para relaxar, um tempo para fazer outra coisa. Queria fazer um trabalho mais elaborado, uma minissérie ou uma novela das oito”, confessou a atriz.

“Ela dá estrutura ao programa, mas ele é dos adolescentes. Então, naturalmente, fiquei meio jogada. Passei meses falando nada”, disparou Silvia Pfeifer que peitou a Globo.

Mas depois teve o seu pedido atendido, pois foi escalada para o sucesso estrondoso de O Rei do Gado.

“Quando fiz Meu Bem, Meu Mal, as críticas diziam que eu não era boa. Em Perigosas Peruas, fiz cenas mais engraçadas e as pessoas calaram um pouco a boca”, contou.

“Em Tropicaliente, fiz uma mulher sofrida, rica, que andava chiquérrima o dia inteiro. Já em Malhação, passei a ser vista como uma mulher mais esportiva, atual, real e alegre”, finalizou Silvia Pfeifer, dando um único ponto positivo para a sua escalação em Malhação.

Silvia Pfeifer
Silvia Pfeifer (Foto: reprodução/Globo)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.